Can comfy look cool ?

You know how I love to wrap myself in these huge MO scarves! But I’ve got new goodies and an identity crisis…

Estou com uma dúvida existencial! Não é segredo nenhum que eu adoro enrolar-me em modo wrap de frango nestas echarpes enormes da MO, mas tenho novas aquisições e uma dúvida existencial. É o seguinte, toda a gente tem aqueles dias em que só apetece (sabe-se lá porquê) calçar aqueles sapatos que nos apertam horrores e usar um casaco de couro com uma camisolinha por baixo, quando, no fundo no fundo, todas sabemos que só há um desfecho possível para esta decisão – #MorrerDeFrio !
Por outro lado, também há aquela pequena percentagem, tipo 99,99% dos dias, em que só nos apetece usar um par de boyfriend jeans, para ninguém perceber que o jantar ontem foi massa, usar um casaco largo, de preferência com pelo no carapuço (também não percebo para que é que serve o pelo no carapuço) e a famosa echarpe à volta do pescoço. Na verdade não é nada mais do aquilo a que eu e as minhas amigas chamávamos, há uns anos, “sexy descontraída” (se bem que de sexy não tem nada).
Ora bem, eu sou confrontada diariamente com esta decisão e dou por mim a pensar, “vá lá Anita, tens um blog, não vais usar outra vez a camisola do mendigo com as calças do uniforme.” Eis que o meu subconsciente responde a meu favor: “Não faz mal, parece Vetements.”

Ps: Esta não é a camisola do mendigo, podes comprá-la aqui , assim como o casaco e a echarpe para de enrolares feita wrap de frango!


 

You know how I like to wrap myself in these huge MO scarves. But I’ve got new goodies and an identity crisis…
Let me explain! So pretty much everyone has those kind of days when you just feel like putting on a pair of shoes that hurts you like hell and wear a super cool leather jacket with just a knit underneath. When deep down we all know there’s only one possible outcome for this decision – #freezing!
On the other hand, there’s also that small percentage, like 99.99% of the days, when you want to wear boyfriend jeans so nobody notices that you had pasta for dinner last night, put on a XL coat and that famous scarf around your neck. Actually this is what my friends and I used to call “sexy and relaxed” a few years ago (although it’s not sexy at all).
Well, I am confronted with this decision every day and I think to myself, “come on Anita, you’re a blogger, don’t go with the homeless sweater and the uniform pants again.” But my subconscious is always ready to save me, so it says: “It’s ok honey, it looks like Vetements.”

Ps: This is not the homeless sweater, you can get it here. You can also get the jacket and the huge scarf that makes you feel like a chicken wrap!

Standard

These boots were made for walking…

“… and that’s just what they’ll do.”

Estas botas foram feitas para andar! E não vão daqui ali, não se deixem enganar pelo ar fofinho e inofensivo! Elas vão levar-te onde quiseres e não te vão deixar ficar mal mesmo nos momentos mais difíceis. Vão subir montanhas se for preciso, acompanhar-te num fim de semana romântico no Gerês (o que até pode tornar-se um bocadinho awkward), vão aquecer-te os pés durante um dia inteiro na faculdade ou no trabalho, levar-te a pé para todo o lado e tornar os teus dias de Inverno muito mais fácies. Mas é claro que nem tudo é um mar de rosas e seria hipócrita da minha parte mostrar-te apenas as vantagens destes ursinhos. Portanto aqui vai a parte má: Depois de um dia maravilhoso passado a três (ou a quatro no caso do fim de semana romântico) elas vão fazer-te sentir separation anxiety, tirar as botas para calçar as pantufas nunca foi tão mau. Tens de ser forte, o mundo não vai acabar e amanhã a aventura a três continua.

Tenho vestido:
Botas: UGG


These boots were made for walking! And they’ll take you everywhere, I know they look quite cute and harmless but don’t let yourself be fooled by that! They won’t let you down even in the most difficult times, they’ll take you hiking and be your best mates for a romantic weekend (which may be a bit awkward), your feet will never be cold again, you can walk everywhere and your winter days will be way easier. But of course not everything is a bed of roses and it would be hypocritical if I’d only show you the advantages of these two little teddybears. So here’s the bad part: After you three spend a wonderful day together (or four in the romantic weekend case) they’ll make you feel separation anxiety. I mean to take off your boots and put on the slippers has never felt so bad. But keep your head up and be strong, the world won’t end today so the adventure continues tomorrow.

I’m wearing:
Boots: UGG

Standard

Green velvet

I’m obsessed with watches! If I don’t have a watch on my left arm I feel misguided.

Tenho uma obsessão por relógios. Está dito! Se o meu braço esquerdo não acabar em ponteiros de relógio fico desorientada. Passo o dia a olhar para o pulso, olho 355 mil vezes e só paro quando visto o pijama. É claro que posso sempre ver as horas no telemóvel, o que na verdade até abona a meu favor, visto que podia poupar-me daquela pausa dramática quando me perguntam as horas, (em voice-over) “o ponteiro está no nove ou no dez”?

Assim que Novembro entrou pela minha agenda adentro com a ameaça de trazer Dezembro num abrir e fechar de olhos, comecei imediatamente a magicar os meus looks natalícios. Quando chegou a hora de procurar um relógio festivo eis que me lembrei deste velho amigo, CLUSE. É claro que ainda ponderei a possibilidade de caberem mini lantejoulas numa bracelete de relógio, mas pensei com sensatez e este foi o resultado, veludo verde. Há alguma coisa mais natalícia do que veludo verde? Bem, se calhar até há, mas de certeza que não é tão giro!


I’m obsessed with watches. If I don’t have a watch on my left arm I feel misguided. I keep on looking at my wrist, I probably do it around 355 thousand times a day and I only stop when I change for my pajamas. Of course I can always check the time on my cell phone, which actually would be better for me. I mean I wouldn’t have to go through that dramatic break when someone asks what time is it and I’m like (voice-over) “ Where’s the clock-hand at? 9 or 10? “

As soon as November arrived in my diary I knew December was just around the corner, so I started right away thinking about my Christmas looks. When the time to look for a festive watch came this good old friend came to my mind, CLUSE. Of course I tried to find a watch strap full of sequins, but then I realized that was a bit crazy! So green velvet was the winner. Can you think of anything better?

Standard

Vodafone Mexefest

“Without music, life would be a mistake.”
– Friedrich Nietzsche

Dizem que viajar é o único investimento que nos torna mais ricos e eu não podia discordar mais desta frase! Viajar não é o único investimento que nos enriquece, se calhar até é o número 1 daquela lista de coisas em que é permitido gastar dinheiro sem nos sentirmos culpados, mas a lista vem por aí abaixo.
Caso contrário, onde é que enquadraríamos este tão vasto leque de experiências: Entrar num museu, ver um espetáculo de teatro ou de bailado, comer nos melhores restaurantes do mundo, ou numa roulote algures no méxico ou até ir a um festival de música. Esta lista é infinita e a verdade é que não é só o bilhete de avião que nos esvazia os bolsos e enche a alma. Há tanta coisa a acontecer à nossa volta, os bolsos ficam mais compostos e a viagem é igualmente enriquecedora.

Esta foi a minha viagem no fim de semana passado:
Entrei na estação do Rossio por volta das 21:30h. Três escadas rolantes depois (ou duas?) deparei-me com uma energia incrível em cima do palco, Baio estava de costas voltadas para uma vista assombrosa sobre Lisboa e rapidamente me fez perceber que estava no lugar certo à hora certa! Acabámos por ficar no concerto até ao fim, apesar de não termos entrado com essa intenção. Pouco depois das 22:00h já dançávamos ao som de NAO, que também foi uma agradável surpresa.

Mas o ex-libris desta aventura chama-se Gallant, é americano, tem 24 anos e atuou pela primeira vez em Portugal sábado passado (26/11/2016). Senti-me uma privilegiada por estar no Coliseu dos Recreios a ouvi-lo. Tem uma voz incrível e há quem veja nele uma promessa da música. Bem, eu ouvi promessas, se ouvi, promessas em todas as notas possíveis e imaginarias! You’re a natural Christopher Gallant!

Obrigada pelo fim de semana maravilhoso Vodafone Mexefest,
See you next year!


They say traveling is the only investment that makes you richer but that’s not true! Travel isn’t the only investment that makes you richer, might be number 1 in that list of things that we are allowed to spend money without feeling guilty, but there’s more to it!
Otherwise, where would we include such a wide range of experiences: Like go to a museum or to the theater, eat at the best restaurants in the world, or in a lunch truck somewhere in Mexico or even to go to a music festival. This list is endless which leads me to conclude that plane tickets aren’t the only experience that empties our pockets and fills our soul. There’s so much happening around you that will make you richer and keep some money in you pocket.

Here’s last weekend’s trip:
Arrived at Rossio station around 9:30 p.m. Three escalators later (or two?) I got up there to find an amazing energy on stage, Baio was with his back turned to an amazing view over Lisbon and quickly made me realize that I was in the right place at the right time! We danced until the end of the concert. Shortly after 10:00 p.m. we were already dancing to the sound of NAO, which was also a really nice surprise.

But the ex-libris of this adventure was Gallant, he’s American, only 24 years old and he just performed in Portugal for the first time last Saturday (11/26/2016). I felt privileged to be at the Coliseu dos Recreios listening to this guy. He has an incredible voice! You’re a natural Christopher Gallant!

Thank you for this wonderful weekend Vodafone Mexefest,
See you next year!

Standard

All I want for Christmas 

What if I told you that it’s possible to live / relive a unique experience and access the most intimate secrets of your memory only through an odor?

Porque é que esta caixa de Aromatherapy foi oficialmente (por mim) considerada um dos melhores presentes para o Natal de 2016?

E se eu vos dissesse que é possível, por instantes, viver / reviver uma experiência única e aceder às mais íntimas entranhas das tuas memórias só através de um odor?  Tenho a certeza que já conheces este vínculo entre a emoção e o olfato. Se não, abre um frasco do perfume que usavas nos teus teenage years e vive tudo outra vez numa fração de segundos! É incrível! Ora aqui está explicada uma das formas de atuação da Aromatherapy. Se o olfato e o nosso estado emocional estão tão intimamente ligados, o que de facto até tem uma explicação científica (lê aqui), compreende-se o porquê dos óleos essenciais, extraídos de plantas, influenciarem o nosso estado emocional. Uma gotinha destes óleos no pulso vai trazer-te a calma que precisas num dia de stress.

Além disso, os óleos vão ser absorvidos pela epiderme (camada superior da pele) atingindo a derme (uma camada mais profunda da pele) e os vasos sanguíneos vão permitir que circulem por todo o corpo. A maioria dos óleos essenciais têm propriedades antibacterianas, alguns até antivirais e antifúngicas e / ou anti-inflamatórias. Contêm ainda antioxidantes que ajudam a prevenir danos celulares e proteger o organismo contra a acumulação de resíduos tóxicos nas células da pele, ajudando a reduzir sinais de envelhecimento.

Não é o melhor presente de Natal de sempre?!

Onde comprar:
A youcare tem estas caixas giríssimas cujos preços variam entre 14€ a 62€.
Para mais informações consulta a página do facebook (aqui), envia e-mail para yourcare@yourcare.pt, ou contacta a clínica através do número 913435075


Why did I nominate this Aromatherapy box for the best Christmas gifts of 2016?

What if I told you that it’s possible to live / relive a unique experience and access the most intimate secrets of your memory only through an odor? I’m sure you already know this link between emotion and olfaction. If not, open a bottle of the perfume you used in your teenage years and live it all again in a fraction of a second! It’s incredible! Isn’t it the best christmas gift ever?
If smell and emotions are so intimately linked, which actually has a scientific explanation (read here), it’s easy to understand why these extracted from plants essencial oils influence our state of mind. A drop of these oils over your wrist will bring you the calm you need in a stressful day.
The oils will be absorbed by the epidermis (upper layer of the skin) reaching the dermis (a deeper layer of the skin) and the blood vessels allow the oils to circulate throughout the body. Most essential oils have anti-bacterial, anti-viral and anti-fungal and / or anti-inflammatory properties. I guess you won’t find a better Christmas present, but let me know if you do!

Standard

I wanna run a marathon 

“Don’t just chase your dreams, run them down!”

Saltar de um avião (✔️), tirar um curso de direito (✔️), passar um ano em Hollywood (✔️) subir o Everest ( ok, este é uma brincadeira) Correr uma maratona – não está concretizado, mas para lá caminho. Nestas últimas semanas tenho-me debatido mais assertivamente sobre este último ponto e resolvi publicar esta promessa porque sei que a partir do click (publicar) já não há como voltar atrás. Se está dito tem de ser feito, é irreversível. Os que me conhecem sabem que quando me proponho a uma coisa, não descanso enquanto não estiver conquistada. Ok, não fui à lua, mas tenho uma justificação bastante plausível para isso! A minha mãe sempre me disse que para ser astronauta tinha de ser muito boa a matemática. Sejamos sinceros, toda a gente sabe que o meu romance é com as palavras, meter-me com os números seria uma verdadeira traição.

Nestas últimas semanas tenho sentido necessidade de criar um novo desafio. Portanto, este comum mortal propôs-se vencer uma nova meta – 42.195km. Com calma, antes dos 40km vêm os 20km que tenciono correr nos primeiros seis meses de 2017, já quanto aos 40km não me atrevo a pôr uma meta. Quero ouvir o meu corpo, respeitá-lo e só vou correr a maratona quando me sentir preparada.

Se alguém desse lado se estiver a debater sobre as razões que levam uma pessoa (como eu) a querer correr 40km armada em lunática, aqui está uma explicação pouco científica mas muito honesta: Superar-me faz-me sentir capaz e confiante e além disso, correr é uma coisa que faço com prazer. E, sendo leal à forma como costumo expressar-me: correr faz-me sentir uma espécie de heroína pronta para conquista o mundo. 40km parece-me um preço justo para sentir, ainda que por breves instantes, que sou invencível!

Tenho vestido: Nike


Jump out of a plane (✔️), Get a Law degree (✔️), live in Hollywood for 1 year (✔️) climb Everest (okay, this is a joke) Run a marathon – I haven’t done it yet but I’m on my way.  These last few weeks I have debated myself about this question so I decided to publish this promise because I know that as soon as I press the button (publish) there is no turning back. Once said, it has to be done, it’s irreversible. Those who know me know that when I put myself into something I won’t rest until it’s done. Well, I didn’t go to the moon, but I have a very good explanation for that! My mom always told me that in order to become an astronaut I had to be very good at math. Let’s face it, everyone knows that my romance is with words, getting into numbers would be a real betrayal.

These last weeks I felt the need to come up with a new challenge. If in July I felt like super woman after getting my Law Degree, right now I feel like a mortal again. So this common mortal set a new goal – 42.195km. Well, before the 40km I’ll run the 20km which I intend to run anytime between the first six months of 2017, as for the 40km I don’t dare to set a goal. I want to listen to my body, respect it, and just run the marathon when I feel ready.

If anyone on that side is asking why would anyone want to run 40km here’s an unscientific but very honest explanation: Overcoming myself makes me feel capable and confident, also running is something I really enjoy doing. And, being loyal to the way I usually express myself: running makes me feel like a superhero ready to conquer the world. 40km seems a fair price to feel that I am invincible!

I’m wearing: Nike

Standard

Skin detox

“Be good to your skin. You’ll wear it every day for the rest of your life.”
– Renée Rouleau.

Eu sei que já ando aqui de cara pintada há várias semanas, mas acabo de reparar que ainda não expliquei o que se passa nestes três frascos mágicos.
No que respeita a “skin care skills” a minha posição nas estatísticas é na barra dos leigos. Na verdade, sempre tive a sensação de que a minha pele mudava de humor mais vezes do que eu. Ora acorda luminosa e pronta para um desfile da Victoria Secret ora acorda numa manhã de Verão tão seca que parece que acordou de uma longa estiagem.
Está explicada a razão pela qual a bipolaridade do multi-masking é tão perfeita para mim! Além de poder fazer máscaras diferentes tendo em conta o humor deste meu envolcro, posso ainda responder às necessidades de cada parte do rosto.

O que contém, afinal, cada frasco mágico?
A máscara verde purificante contém extrato de eucalipto, a máscara preta iluminadora é indicada para peles com a tez baça e é feita à base de extrato de carvão. A vermelha exfoliante tem extrato de algas vermelhas.

Como aplicar?
Se tens pele normal o ideal é usares a máscara purificante (verde) na zona T e a máscara exfoliante (vermelha) nas bochechas para alisar o grão da pele. Mas se a tua pele é tendencialmente mais seca usa a máscara iluminadora (preta) na zona T para iluminar a tez e a máscara exfoliante na zona das bochechas. Finalmente, se tens pele oleosa aplica a máscara purificante (verde) na testa e bochechas e a máscara exfoliante no nariz para minimizar os poros.
Deixa atuar durante 10 minutos e estás pronta!

Podes aplicar quando quiseres, no máximo três vezes por semana e basta deixar atuar durante 10 minutos.


You probably have had enough of my painted face but I just noticed I haven’t explained what’s in these three magical jars.
Well, I have to admit I don’t know the first thing about skin care. Actually I always had this feeling my skin changed mood more often than I did. It either wakes up bright and ready for a Victoria Secret show or wakes up after a long dry summer.
That’s why the bipolarity of multi-masking is so perfect for me! Besides being able to make different masks considering the humor of my skin I can also respond to the needs each part of the face.

What’s in these magic flasks? The purify green mask contains eucalyptus extract, the detox and brighten black mask is made from coal extract. The red exfoliate and refine mask has red algae extract.

How to apply the clay masks?
If you have normal skin you may apply the green mask over the T-zone and the red mask on the cheeks to smooth the grain of the skin. But if your skin tends to be a bit dry you may use the black mask on the T-zone to lighten the complexion and the red mask over the cheek area. Finally, if you have oily skin apply the green mask on the forehead and cheeks and the red one over the nose to minimize pores.
Leave it on for 10 minutes and you’re done!

Standard