New York, New York

Chapter 1.
‘She’ adored New York City. ‘She’ idolized it all out of proportion…no, make that: ‘she’ – ‘she’ romanticized it all out of proportion. Yeah. To ‘her’, no matter what the season was, this was still a town that existed in black and white and pulsated to the great tunes of George Gershwin.’

Uh, no let me start this over.”
– Woody Allen, Manhattan

Nova Iorque tem um lugar privilegiado no meu coração. Apesar de nunca ter estado na fila da frente da minha vida esteve sempre presente de uma forma especial. E este ano resolvi voltar, sete anos depois de nos termos cruzado pela primeira vez. Embora a nossa relação comece muito antes desta primeira visita, começa nos meus sonhos, no meu imaginário, nas tardes ao fim de semana agarrada à televisão a ver filmes de Natal passados em Nova Iorque. Não há como fugir, mesmo que este encontro leve tempo para acontecer, esta cidade entrou-nos pela casa e nós nem demos conta.

Estas fotografias estão longe de representar a minha viagem a Nova Iorque, mas já todos sabemos, para minha insatisfação, que estas notas e imagens estão longe de vos dar a provar aquilo que vivi. Faltam muitos lugares e pormenores que vos darei a conhecer em baixo, mas estas fotografias mostram de alguma forma aquilo que sinto em relação à cidade. Parece mais do que uma história, ainda que esta seja só minha, parecem frames de histórias tiradas de algum lado, montadas em patchwork que mostram a “bloody mess // perfect imperfection” que é New York, New York.

DICAS:

Deixo-vos algumas dicas para quando forem visitar esta cidade maravilhosa: (Só estivemos dois dias e meio em NYC, fizemos o máximo que conseguimos!)

Onde ficar: The New York Edition

Um dos hotéis mais cool de Nova Iorque, muito bem localizado em Madison Avenue, staff maravilhoso, um ambiente muito muito giro e um restaurante de sonho! Adivinhem o que há no parque mesmo em frente ao hotel?! Além de esquilos (claro!), um Shake Shack! Foi perfeito para quando chegámos de viagem!

Museus a visitar (Por ordem de preferência):

  • MOMA: Será que preciso mesmo de vos dar um motivo para ir ao toma? Provavelmente o museu de arte moderna mais conhecido no mundo onde podemos ver algumas das obras mais importantes de arte moderna, tais como a famosa Noite Estrelada de Van Gogh, ou obras de Pablo Picasso como O rapaz e o Cavalo ou a Paisagem. Mas isto são só dois cartões de visita porque o museu está repleto de obras verdadeiramente inspiradoras, prontas para mudar a nossa forma de ver o mundo.
  • Witney museum: Este é sem dúvida um dos meus museus preferidos, mas eu sou suspeita porque adoro arte contemporânea. A história que motivou o surgimento do museu é ela própria uma inspiração. Gertrude Vanderbilt Whitney ofereceu-se para doar ao Metropolitan Museum of art 600 obras, mas o Metropolitan recusou. Posto isto, Whitney resolveu usar esta compilação de obras para fazer nascer o Whitney Museum of American Art, constituído fundamentalmente por obras de artistas americanos cujo trabalho não foi apreciado pelos críticos de arte.
  • 9/11 Memorial & Museum: Tenho mixed feelings em relação a este museu e a esta forma de fazer luto. Há coisas na exposição que acho que não deviam estar lá, mas é uma experiência intensa.
  • American Museum of Natural History: Este é o museu do filme “À Noite No Museu”. Honestamente não está propriamente na minha lista de preferências. O museu é enorme, confuso e aborrecido. A parte dos dinaussauros é gira, mas nada de especial. Se resolverem ir lá, vão diretos ao que interessa!

(Mom, I’m hungry!)
Onde almoçar:

  • The Butcher’s daughter: Light e super yummy, com muito abacate e uma atmosfera super descontraída! Perfeito para pequenos almoços, almoços e snacks!
  • Shake shack: Finalmente provei o hambúrguer mais fotografado do instagram e valeu a pena! Já estou a salivar portanto não vou ser muito descritiva. Se quiserem salivar comigo, (Wow, isto soa muito estranho!) procurem imagens no google.

Onde jantar:

  • Buddakan (Cozinha japonesa)
    Adorámos tudo, o ambiente, o sítio, a comida, o serviço e o vinho de sonho que nos recomendaram. Definitivamente o nosso restaurante preferido em NYC.
  • Eataly (Italiano)
    O Eataly é um mercado Italiano com três / quatro pequenos restaurantes. Eu adoro comida Italiana (quem não adora?!) e em NYC é uma lufada de ar fresco. Tem umas táboas ótimas, pizzas e massas igualmente maravilhosas. E para acabar em beleza uma espécie de nutelleria à saída. As dietas ficam à porta.
  • Nobu (Cozinha japonesa)
  • Tao Downtown (Cozinha japonesa)
  • Ramen Momofuku Noodle Bar (Ramen)
  • Tim Ho Wan USA (Dim Sum)

Estavam na nossa lista o Nobu e o Tao mas infelizmente não deu tempo para tudo. Tenho a certeza que voltaremos para experimentar.
Além disso, há dois restaurantes que ficámos com imensa pena de não conseguir ir e como não quero que passem pelo mesmo vou-vos dizer o que fazer para conseguirem jantar lá. Um deles é de Ramen, chama-se Ramen Momofuku Noodle Bar, o outro é de Dim-sum, Tim Ho Wan. Nenhum aceita reservas e quer um quer outro têm filas de horas. Para teres mesa tens de ir lá por volta das 17horas e pôr o teu nome na fila. Depois vais beber um copo ali perto e +/- 2 horas depois a tua mesa estará disponível.

Obrigatório:

  • Ver um espetáculo na Broadway:
    Nós acabámos por ver o Aladdin mas não foi planeado. No primeiro dia resolvemos ir passear para Times Square para nos envolvermos naquele espírito Novaiorquino. Já estava de noite e estávamos gelados quando vimos um sinal enorme a dizer Aladdin, sabíamos que ou entravamos ali ou íamos parar ao hotel para dormir. Entrámos e foi super giro!
  • Ir ao Meetpacking district É um bairro giríssimo!

Cool Markets:

  • Chelsea Market
  • Canal Street Market

Boa viagem! 🙂


This post will be translated asap.

Standard

Happy Mother’s Day with TOUS


“Cuba is such a beautiful country, and everywhere you go, there’s music and people dancing – especially in Havana. ”
– Julia Sawalha

But…
“Paris is always a good idea.”
― Audrey Hepburn

A Tous inspirou-se em Havana e Paris para fazer esta coleção (Sim, Havana e Paris!) e este foi o resultado do romance entre estas duas cidades tão diferentes. As paredes coloridas Cubanas e o charme parisiense apesar da distância e da cultura que os separam revelaram-se, afinal, um casamento perfeito.

Mas este casamento entre a Tous e o Anita & The blog tem um propósito ainda mais bonito. Parece-me que o contraste da coleção é perfeito para celebrar a harmonia do amor que nos enraíza com o mundo, por isso resolvi preparar esta sugestão de presentes para o Dia Da Mãe. Se ainda não tomaram conta do assunto, está na hora de dedicar algum tempo à chata que não nos deixou sair à noite quando éramos teenagers.

Antes de mais quero dizer-vos que tenho a mãe mais gira, mais cool e mais inteligente do mundo. Eu acredito que também tenham uma monstruosidade de elogios para fazer às vossas mães e não poupem nos elogios, gastem-nos todos, todos os dias! Mas também não poupem nas prendas, (BEM!) não gastem tudo em prendas todos os dias! Poupem para aqueles dias em que vale realmente a pena gastar, como o dia da mãe!

Para que nada falte no primeiro domingo de Maio deixo-vos esta sugestão Tous. Se tiverem alguma questão ou precisarem de alguma sugestão comentem em baixo, tenho muito gosto em ajudar-vos a escolher a prenda perfeita. Também aceito sugestões 🙂

Tenho vestido:
Mala, colares, anel: Tous

Este post foi patrocinado pela Tous.


Inspired by Havana and Paris Tous created this beautiful collection (Yes, Havana and Paris!) And this was the result of the romance between these two cities. The colorful Cuban walls and the Parisian charm despite their distance and different cultures are the perfect match.

But this marriage between Tous and Anita & The blog has an even more beautiful purpose. I feel like the contrast of this collection is perfect to celebrate the harmony of the love that rooted us with this world, so I decided to prepare a suggestion of gifts for Mother’s Day. If you haven’t taken care of this subject yet, it’s about time to dedicate a few hours to that bossy lady that wound’t let you go to clubs when you were teenagers.

First of all I want to let you know I have the cutest, the coolest and most intelligent mother in the world. I believe you also have a monstrosity of compliments to give to your beloved mothers and don’t spare on compliments, spend them all, every day! Also don’t spare on gifts, (WELL!) Do not spend everything on gifts every day (Of course!)! Save it for those days when it’s really worth spending like Mother’s Day!

So as I don’t want anything to go wrong on the first Sunday of may here’s a Tous suggestion for Mother’s Day. If you have any questions or need suggestions please comment below, I’m very happy to help you pick the perfect gift and I also accept suggestions 🙂

I’m wearing:
Bag, necklace and ring: TOUS

This post was sponsored by Tous.

Standard

Primark, Set, CLIMB !


🎶”Ain’t about how fast I get there
Ain’t about what’s waiting on the other side,
It’s the cliiiiiiiiiimb”🎶

(Miley Cyrus, The climb)

Desta vez a Primark convidou-me para uma tarde de escalada indoor, para ser mais precisa, escalda num cupcake. Entrei no Vertigo às 15 horas no dia mundial da actividade física, 6 de Abril. As cores na parede são atrativas mas estão lá com um propósito que claramente não é parecer um cupcake. O objetivo é escalar por cores, pé esquerdo no verde, pé direito no verde e por aí acima… 🎶”Ain’t about how fast I get there, Ain’t about what’s waiting on the other side, It’s the cliiiiiiiiiimb”. Enquanto é a Miley a cantar está tudo bem, o pior é que assim que chego lá a cima a musica é outra 🎶”What if I fall? I won’t let you fall, What if I cry?, I’ll never make you cry, And if I get scared?, I’ll hold you tighter” (Keith Urban f. Carrie Underwwod, The fighter). 

Agora que já gastei as analogias que tinha para usar neste post vamos passar à parte séria. Esta foi a primeira vez que fiz escalada e fiquei com vontade de andar pendurada numa corda a subir todas as rochas de Portugal, aconselho-vos (MESMO!) a experimentar! E o kit da Primark que recebi foi ideal para este treino, o cap preto foi só para fingir que estava a escalar mesmo uma rocha e não um cupcake. Ainda que o cupcake não fique nada atrás!

Tenham uma ótima escalada!

Tenho vestido: Primark
Este post foi patrocinado pela Primark.


Primark invited me for an afternoon of indoor climbing, to be more precise to climb on a cupcake. I got to Vertigo at 3pm, April 6th the word day of physical activity. The colors on the wall are attractive but they’re there for a purpose that clearly isn’t looking like a cupcake. The goal is to climb by color, left foot over the green rock, right foot on the green and so on… “It’s not about how fast I get there, it’s not about what’s waiting on the other side, it’s the cliiiiiiiiiimb.” While it’s Miley singing I’m cool but it gets pretty bad as soon as I get up there and the music changes “What if I fail? I will not let you fall, what if I cry? Cry, And if I get scared ?, I’ll hold you tighter “(Keith Urban f. Carrie Underwood, The fighter).

I’m over analogies now so let’s move on to the serious stuff. This was the first time I went climbing and right now I kinda want to get a rope and start climbing all the rocks of Portugal (well… I won’t do it alone, of course!). You guys really need to try it! And the Primark kit I got this time was ideal for this workout, the black cap was just to pretend I was climbing a real rock and not a cupcake. Even though the cupcake was pretty cool!

Have a nice climb!

I’m wearing: Primark
This post was sponsored by Primark.

Standard

Styling sessions at Armani Exchange

Armani Exchange challenged me to style a few looks. Yesterday at 7:00 p.m we pretended it was already friday and met at Armani Exchange in Lisbon. The new collection has key garments you can use every day for all occasions…

Descobri que posso voltar a usar roxo e que as riscas saíram da praia e estão de volta à cidade para um estilo mais urbano. Tudo isto e muito mais, durante umas horas com a minha irmã a planear o evento que se realizou esta semana em Lisboa. A Armani Exchange desafiou-me a fazer o styling de alguns looks, convidou os melhores compradores e eu fiz um sorteio para duas pessoas no instagram. Ontem às 19h, fizemos de conta que era sexta-feira encontramo-nos na loja da Avenida da Liberdade. Tarefa fácil, é verdade! A coleção tem peças chave que dão para a vida e que podemos usar com tudo e em todas as ocasiões. Para mim esse é um dos pontos fortes da marca. Por um lado as peças clássicas como os ténis brancos ou o biker que tenho na fotografia que contrastam com peças cheias de identidade. Este vestido e a clutch que tenho na mão na segunda fotografia ficaram no pódio com o prémio de peças favoritas, mas não pensem que foi uma escolha fácil. Afinal, o meu coração ainda está partido por ter deixado lá aquelas calças pretas que aparecem na terceira foto. Um coração partido em cada estante, aquelas shoppers enormes colecionam corações despedaçados com certeza. O que vale é que há uma loja no Porto em Santa Catarina ou o meu coração não aguentava tantas perdas.

Look completo Armani Exchange


I just realized I can wear purple again and stripes have left the beach to go back to the city for a urban style. Well… I got to this conclusion after a few hours with my sister putting the looks together for the event that took place this week in Lisbon. Armani Exchange challenged me to style a few looks, invited their best buyers and I organized a giveaway in my instagram and picked two winners to attend the event. Yesterday at 7:00 p.m we pretended it was already friday and met at Armani Exchange in Lisbon. Piece of cake I know! The collection has key garments you can use every day for all occasions and I believe this is one of the brand’s strong point. On the one hand the classic pieces like the white sneakers or the biker that contrast with garments full of identity. This dress and clutch (second picture) are my favorites but don’t think it was an easy choice. After all my heart is still broken after leaving those black pants behind (third picture). A broken heart left on every shelf, I bet those huge shopper bags collect shattered hearts! Good thing is there’s a store in Porto, otherwise my heart wouldn’t be able handle so many losses.

Full look from Armani Exchange

Standard

L’oréal (COOL)lorista

UNICORN HAIR DON’T CARE!

Quando a L’oréal Paris me desafiou a experimentar a gama Colorista a minha Emma (das Spice Girls) interior acordou de uma longa sesta! Ter o cabelo cor de rosa faz parte do meu imaginário de adolescente. 2000’s, crop tops, calças de cintura descida, aquelas gargantilhas que ficavam a meio do pescoço e as pontas cor de rosa do cabelo da Emma penduradas em dois ponytails. Cheesy I know, mas não consegui conter o entusiasmo. Pensei:

  • Sou uma adulta, posso pintar o cabelo da cor que quiser…
  • Mas uma adulta não tem cabelo cor de rosa!
  • …A não ser (CLARO!) que seja só para o fim de semana e segunda-feira tudo esteja de volta ao normal!

Com o spray Colorista da L’oréal Paris podes pintar o cabelo para ir sair à noite sexta-feira (por exemplo) e no dia seguinte (depois de 1/2 lavagens) ser uma adulta normal. O Colorista Washout dura entre duas a três semanas, dependendo das cores, dá para usar nas férias, ou até mesmo no dia a dia para as mais ousadas. A Colorista apresenta, ainda, mais duas formas de pintar o cabelo, Colorista Paint e Colorista Effect, ambos são permanentes mas têm cores e efeitos giríssimos!

O spray pode deixar o cabelo um bocadinho seco, o truque é usar uma boa máscara depois desta aventura. No entanto, se fizerem washout ou paint vão notar que o cabelo fica super sedoso após a aplicação. O washout funciona mesmo como um condicionador.

Have unicorn hair, live a fairy tale life!


When L’oréal challenged me to try the Colorist range the Emma (from Spice Girls) hidden inside of me woke up from a long nap! Pink hair has been in my imagination since my teenage years. 2000’s, crop tops, low-waist pants, those mid-neck chokers and Emma’s pink hair hunging in two ponytails. Cheesy I know but I couldn’t hide the enthusiasm. I thought:

  • I’m an adult, I can dye my hair any color I want …
  • But an adult can’t have pink hair!
  • … Unless (of course!!) It’s only for the weekend and monday morning everything is back to normal!

With L’oréal’s Colorist spray you can dye your hair just to go out on Friday (for example) and next day go back to being a normal adult. The Colorist Washout lasts between two to three weeks, you can use it on vacation or even on your daily bases if you are brave enough. There are two more ways to dye your hair, Colorist Paint and Colorist Effect, both are permanent but have really cool colors!

Your hair might get a bit dry after using the spray, the trick is to use a good hair mask after this adventure. However if you choose to make the washout or paint they’ll leave your hair super silky. Actually the washout even works as conditioner.

Have unicorn hair, live a fairy tale life!

Standard

ABSOLUT (ly) ELYX x Portugal Fashion

So I went to the bar, had a drink with my friends and my photographer (part time sister) and then we went to see the shows just to check what’s going on in the Portuguese fashion industry and get inspired for the after-party. Oh boy what a partAAAy!

A Absolut Elyx aliou-se ao Portugal Fashion para celebrar a moda em Portugal e eu apareci para beber um copo. Os desfiles do Portugal Fashion já animam os meus dias desde os meus 16 anos, no entanto nos últimos tempos confesso que a minha presença tem sido menos assídua.  Na verdade, e por muito estranho que isto possa parecer uma vez que tenho um blog, não sou propriamente uma expert em moda. Acho que compreendo a moda como uma compradora comum, entra pela minha casa adentro debaixo do braço numa revista ou pelo instagram, a maior parte das vezes. Há peças que quero logo naquele momento (See now, (I WANNA) buy now), há outras que demoro algum tempo a compreender mas alguns meses depois estou completamente obcecada. E há aquelas coisas que estão fora de questão usar. Portanto, acabo por viver esta coisa da moda de uma forma muito intuitiva.

Assim que subi as escadas do Portugal Fashion perguntei à minha irmã, “Quais são as tendências? Alguém me vai perguntar isso e eu não sei”. Não me interpretem mal, eu adoro moda, mas gosto de manter esta inocência, gosto de absorver a informação com tempo e deixar a minha intuição decidir. Acho que é uma espécie de lealdade para com o meu estilo, não quero vestir uma coisa só porque é tendência, ainda que o mais provável seja que alguns meses depois ela estar pendurada no meu closet. Fico à espera da hora certa, da peça certa, do momento chave para usar e do dia em que acordo a querer um casaco cheio de estrelas (por exemplo).
Este ano fui ao Portugal Fashion a convite da Absolut Elyx e este photopoint foi a coisa mais “instagram material” que vi nos últimos tempos. Encostei-me ao bar, bebi um copo com as minhas amigas e com a minha fotografa (irmã nas horas vagas) e depois fomos absorver um bocadinho do que se passava na passerelle para nos inspirarmos para a festa de encerramento, e que festa de encerramento!

Obrigada Absolut Elyx!


Absolut Elyx joined Portugal Fashion to celebrate the fashion in Portugal and I showed up for a cocktail. Portugal Fashion shows have been in my life since I was 16, however in these last few years my presence has been less assiduous. Actually, as weird as this may sound once I have a blog, I’m not exactly a fashion expert. I think I understand fashion as an ordinary shopper, It comes into my life through magazines or instagram most of the times. There are garments I want right away (see now, (I WANNA) buy now), there are others that take some time to be understood but a few months later I’m completely obsessed. And there are those things that I’ll never wear. So I end up living this fashion thing in a very intuitive way.

As I got to Portugal Fashion I asked my sister, “What are the trends? I bet someone will ask me about it and I don’t know the first thing about it. ” Don’t get me wrong, I love fashion, but I like to keep this innocence about it, I like to take time to absorb the information and let my intuition decide. I think it’s some kind of loyalty to my style, I don’t want to wear something just because it’s a trend, although I’ll probably own it a few months later. But I like to wait for the right time, for the right moment to use it, and for that day I wake up obsessed with a coat full of stars (for example).
This year I went to Portugal Fashion invited by Absolut Elyx and this photopoint was the most “instagram material” thing I have seen in a while. So I went to the bar, had a drink with my friends and my photographer (and part-time sister) and then we went to see some shows just to check what’s going on in the Portuguese fashion industry and get inspired for the after-party. Oh boy what a party!

Thanks Absolut Elyx !

Standard

Shopping is my cardio

Na quarta-feira passada troquei a passadeira do ginásio por uma tarde de compras no Vila do Conde The Style Outlets…

Não porque precisasse de uma nova rotina de exercício, mas porque o meu closet precisa constantemente de upgrades. E este mês, depois de uma semana a ser assaltada em Miami e Nova Iorque (Ok! Não fui assaltada, mas gastei tanto dinheiro que é a sensação que tenho), a minha conta só está preparada para “good deals”. Comprar um trapo aqui e ali para vestir num fim de semana e fazer número no armário está fora de questão.

E porque de “good deals” o Style Outlets está cheio decidi fazer-me à estrada e em 15 minutos pus-me lá. A julgar pelos sacos o mais provável é acharem que a minha conta ficou desfalcada outra vez, mas a boa notícia é que nem foi assim tão grave. Os preços valem realmente a pena e as coleções não estão ultrapassadas (ao contrário daquilo que vocês estão a pensar!). O outlet tem 130 lojas e descontos até 70% durante o ano inteiro e na última quinta-feira de cada mês há o Super Style Day com ótimas promoções (o próximo é dia 30 de Março)! Portanto, poupa nos trapinhos aqui e ali e guarda-te para uma tarde em Vila do Conde às compras no Style Outlets. Compra uma joia na TOUS, equipamentos para treinar o resto do ano na NIKE, lingerie na Intimissimi, bikinis para o Verão na Calzedonia, uma mala na Furla ou na Bimba e Lola and you are ready to go! Estes são só alguns exemplos de lojas que poderás encontrar no outlet, mas a panóplia é muito mais vasta, vejam aqui.

Standard