Anita goes back to Amsterdam

IMG_8414.JPG
IMG_8415.JPG
IMG_8417.JPG
IMG_8421.JPG
IMG_8423.JPG
IMG_8416.JPG
IMG_8422.JPG
IMG_8425.JPG
IMG_8427.JPG
IMG_8426.JPG
IMG_8419.JPG
IMG_8418.JPG
IMG_8420.JPG

Não me sinto perdida quando ouço falar uma língua que não compreendo, antes pelo contrário, encontro-me.

Pelos canais de Amsterdão descem histórias de todos os géneros, a cidade do pecado para os que querem pecar, é simultaneamente uma das cidades mais inspiradoras da Europa. É a cidade onde Anne Frank escreveu sobre o despertar da Primavera durante o Holocausto, onde existem tantas galerias de arte como coffee shops. Mas não me vou alongar sobre o assunto, não quero tornar-me repetitiva, afinal, não é a primeira vez que escrevo sobre esta magia. Deixo-vos novas dicas, assim como os links dos posts que escrevi sobre a cidade há um ano atrás.

Melhor brunch da cidade: The Lobby – o sítio é lindíssimo e cheio de carisma, mas o clímax são os eggs benedict.

Onde almoçar? Pluck, é para um almoço rápido, despretensioso, saudável e muito giro.

Mãe o que é o jantar?: Moeders, é um restaurante de comida típica Holandesa, se fizerem uma pesquisa o aspeto da comida vai-vos parecer assustador, mas a comida é ótima e a experiência vale mesmo a pena, confiem em mim!

Melhor tarte de maçã do mundo: Winkel 43

Amesterdão 2014 – day 1
Amesterdão 2014 – day 2


I don’t feel lost when I hear a language I can’t understand, I actually find myself.

Amsterdam canals carry stories of all kinds, the city of sin for those who want to sin, is simultaneously one of the most inspiring cities in Europe. It’s the city where Anne Frank wrote about the awakening of spring during the Holocaust, where there are as many art galleries as coffee shops. But I won’t dwell on the subject I don’t want to become repetitive after all this is not the first time I write about this magic. I’ll leave you with a few new tips about the city, as well as the links of the posts I wrote about the city a year ago.

Best brunch in town : The Lobby – It’s such a beautiful and charismatic place, but really the climax is the eggs benedict.

Where to have lunch ? Pluck , it’s for a quick lunch, very unpretentious and healthy, also very pretty.

Mother what’s for dinner : Moeders , this is a typical Dutch food restaurant, if you go online to see some pictures of the food I have to advise you the aspect looks really bad, but the food is very tasty and the experience worth it, trust me!

Best Apple pie in the world: Winkel 43

Amsterdam 2014 – day 1
Amsterdam 2014 – day 2

Standard

4 thoughts on “Anita goes back to Amsterdam

  1. Pingback: Amsterdam 2016 | Anita & The Blog

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s