My Cancun Travel Guide









“Of all the books in the world, the best stories are found between the pages of a passport.”

Este ninho de serpentes, assim apelidado pelos Maias, é um paraíso natural. Uma costa banhada pelo Mar das Caraíbas, aquecida por um clima tropical com tudo o que a natureza tem de melhor. Além disso, conserva vestígios da civilização Maia, em locais como o Chichén Itzá ou as Ruínas Mayas de Tulum, cumulando num destino duas das características mais apelativas para os turistas: Praia e Cultura.

Mas parece-me que Cancun não aproveitou a natureza da melhor forma e construiu o maior centro turístico do México, deixando a beleza natural do lugar muito aquém daquilo que poderia ter sido. (Por favor não façam o mesmo em Tulum!) Ainda assim, há sítios fora da zona hoteleira que vale a pena visitar, vou deixar em baixo uma lista, apesar de pouco ter saído do hotel enquanto estive em Cancun. Optámos por deixar isso para os dias que passámos em Tulum.

O melhor de Cancun:
O hotel – Nizuc Resort and Spa
Para os amantes das férias de pulseira no braço tenho uma má notícia – não há regime tudo incluído neste hotel. Mas é o melhor hotel de Cancun! A praia é um sonho, quase deserta de manhã, durante as primeiras horas do dia os nossos vizinhos eram iguanas e pássaros.

Dentro do resort há seis restaurantes fabulosos. Na primeira noite fomos ao Ramona, um restaurante Mexicano, não aquele típico mexicano a que estamos habituados (nachoos e guacamole) mas com peixe fresco, um ceviche maravilhoso e um marisco que deita por terra o mito do “marisco de mares quentes não é bom”. Na noite seguinte fomos passear o escaldão (inevitável ainda que com várias camadas de protetor 50 e umas boas horas de sombra), mas não fomos longe. Dentro do hotel há um restaurante de sushi, Indochine, com ótimas críticas e adivinhem… Além de ser num sítio incrível o sushi é divinal!

Finalmente, o serviço no hotel é inacreditável! Sempre que nos cruzávamos com membros do staff éramos saudados com um gesto hospitaleiro, pousavam a mão direita sobre o coração e recebiam-nos com um meio sorriso muito simpático.

O pior de Cancun:
A zona hoteleira. É uma rua enorme com hotéis de um lado e doutro, um shopping e restaurantes, onde cometi o erro de jantar e apanhei uma gastroenterite. (Cuidado com o gelo nas bebidas e alimentos crus)

O que visitar:
Chichen itza
Ruínas de Coba
Cenote Dos Ojos
Cancun UnderWater Museum

Parques temáticos ecológicos:
Xcaret (É uma espécie de disneyland dos trópicos)
Xel-Há

O que levar na mala:
1º Antes de viajar fui à MO e trouxe uma série de túnicas, são super baratas e é o mais prático para levar para a praia!
2º Kit snorkeling
3º Repelente
4º Um bom protetor facial e para o corpo
5º Medicamentos SOS
6º Levei umas sandálias de salto, pelo sim pelo não, mas acabei por não as usar.
7º O óbvio: bikinis, havaianas, roupa de verão!

Tenho vestido:
Túnica e Clutch: MO
Sandálias: Zara
Chapéu: H&M
Fato de banho: Papua

Nos próximos dias vou escrever sobre um verdadeiro paraíso – Tulum!


Mayans called this natural paradise a nest of snakes. Cancun has a coast full of beautiful tropical beaches in the Caribbean Sea with the best that nature has to offer. But that’s not all! This mexican natural beauty preserves the last vestiges of the Mayan civilization, in places such as Chichen Itza or Tulum Mayan ruins. So I guess we can say it’s the best of both worlds: Beach and Culture.

Although I feel like Cancun didn’t make the most of nature and built the largest tourist center instead of preserve the natural beauty of the coast. (Please don’t do that in Tulum!) Still, there are places outside the hotel area worth visiting, I will leave you with a list.

The best of Cancun:
The hotel – Nizuc Resort and Spa
For the all-inclusive-bracelet lovers I have bad news – there’s no all-inclusive at this resort. But this is the best hotel in Cancun! The beach is a dream, almost deserted in the morning, during the first hours of the day our neighbors were iguanas and birds.

Inside the resort you can find six fabulous restaurants. On the first night we went to a Mexican restaurant called Ramona. It’s not that typical Mexican food we are used to (nachoos and guacamole) they serve fresh fish and seafood and a wonderful ceviche. On the night after we went to this sushi restaurant called Indochine, the reviews were great and guess what! The place is really beautiful and sushi is divine!

Finally, the service at the hotel is unbelievable! Whenever we saw a member of the we’re greeted with a welcoming gesture, they’d put their right hand over the heart and welcome us with a very friendly smile.

The Worst of Cancun:
The hotel zone. It’s a huge street with hotels, a mall and a bunch of restaurants, where I made the mistake of dining and got food poisoning. (Be careful with the ice in the drinks and raw food)

What to visit:
Chichen itza
Coba ruins
Cenote Dos Ojos
Cancun UnderWater Museum

Ecological theme parks:
Xcaret (It’s kind of a disneyland in the tropics)
Xel-Ha

What to pack:
1 Before traveling I went to MO and got a few tunics, they are really cheap and it’s the best to wear when go the beach!
2 Snorkeling kit
3 Repellent
4 A good good sunscreen
5 SOS Medicines
6 I packed a pair of high-heels, just in case, but I ended up not wearing them.
7 The obvious: bikinis, flip-flops, summer clothes

I’m wearing:
Tunic & Clutch: MO
Sandals: Zara
Hat: H & M
Swimsuit: Papua

I’m preparing a post about the authentic mexican paradise – Tulum! Stay tuned!

Standard

One thought on “My Cancun Travel Guide

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s