Mallorca travel guide

O charme do Mediterrâneo é tão arrebatador que chega a ser presunçoso! Um tom de azul seria mais do que suficiente, mas o Mediterrâneo tem aquela ambição Europeia de se aproximar mais de uma obra de arte, do que de um simples paraíso. Nos lugares mais mágicos e pitorescos, Mallorca conserva aquilo que a natureza lhe deu e não se incomoda a mudar a mobília. Aquela típica arrogância de quem sabe o que está a fazer. Não é por mal. É charme.

Mallorca,

A arquitetura tem tanto de deslumbrante como de despretensioso, em Deià as casas erguem-se pela montanha. É uma espécie de Santorini Espanhol, uma pintura muito diferente, mas igualmente deslumbrante. E o silêncio das ruas de Deià, debaixo do calor de Agosto, esse Santorini há muito que o há-de ter perdido.

No norte da ilha, Pollença, a nossa nova morada por três dias. Ficámos num hotel no centro, Can Auli. Um pequeno hotel, bem localizado, confortável e com petiscos deliciosos. Aconselharam-nos a jantar no Q11, na praça principal. Foi o ideal para provar um bocadinho da vida de Pollença. Ótimo ambiente, boa comida e uma lufada de ar fresco depois da era covid.

Can Auli Luxury Retreat Pollença, Mallorca

No terceiro dia o GPS dizia Puerto de Soller. Não tem a tranquilidade de Deià, nem o charme de Pollença, na minha opinião. Mas acredito que seja a comparação que o faz perder. É um lugar muito bonito, onde comemos muito bem! Recomendo a passagem e um jantar no magnífico Cap Roig.

Cap Roig Brasserie
Puerto de Soller

Guardámos o melhor para o fim, Deià. Ficar hospedada no Belmond La Residencia e jantar no restaurante El Olivo, é coisa de Bucket List. É a casa da avó, mas não é uma avó qualquer. É uma senhora que coleciona arte e gosta de festas tipo Gatsby. O Gatsby espanhol, versão “grannie”. Esta avó não existe claro, mas eu não consigo parar de imaginá-la. A grandiosidade da envolvente e o serviço exímio, contrastam com a simplicidade da experiência. O luxo é quase imperceptível. Está na paisagem assombrosa, nos ingredientes frescos e deliciosos e em peças de arte espalhadas pelo hotel, camufladas num ambiente familiar. O foco está realmente nas coisas simples e importantes. Fizeram-nos sentir em casa. E que casa!

El Olivo, Belmond La Residencia

El Olivo

Onde Ficar / Where to stay:

Pollença – Can Auli Luxury Reatreat

Puerto de Soller:

Marcámos a viagem com pouca antecedências e ficámos no Hotel Bikini Island and mountain, que é muito bem localizado e a relação preço-qualidade é justa. Mas se estiverem dispostos a gastar mais um bocadinho e se estiver disponível, acredito que o Jumeirah Port Soller será uma melhor opção.

We booked the trip on the last minute so we ended up staying at the Bikini Island & Mountain Hotel. Amazing location and good price/quality. But if you are ok with spending a bit more and if you find availability, I think Jumeirah Port Soller is a better option.

Deià

Belmond, La Residencia

Localização que perdemos e queremos voltar para conhecer // Location we missed and we’d love to come back to visit: Valldemossa

Restaurantes/ Restaurants:

El Olivo (Deià); Es Raro des Teix (Deià); Ca’s Potro March (Deià at the beach)

Q11 (Pollença); 365 (Pollença)

Cap Roig (Soller) Can Ribes (Soller) Ses Oliveres (Soller)

Beach:

Formentor; Deià; Cala Llombards, Cala des Moro (don’t go there in August!); Cala Agulla, Cala Mondragó; Cala Figuera.

This post will be translated asap.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s