4 Basic Running Tips

1. Equipamento:

O Verão vai aparecer aí num piscar de olhos e todos queremos estar preparados! O primeiro passo é escolher o equipamento adequado para o tipo de treino que vamos fazer. Para mim o essencial num equipamento é que seja confortável e deixe a pele respirar. Nesta altura o ideal para correr é este tipo de casaco com uma manga comprida por baixo (para os mais calorentos basta pôr uma tshirt por baixo), e se o sol aparecer para dar o ar da sua graça amarro-o à cinta, é tão leve que nem dou por ele. Mas o mais importante é usar um tipo de sapatilhas adequado à nossa passada. No meu caso pisada pronada, com um apoio reforçado na parte de dentro, os joelhos agradecem. Bem… o chapéu neste dia não teve grande utilidade, mas nos dias de sol é bem preciso porque os raios UV não tiram sestas na hora das nossas corridas! E onde é que eu encontro tudo o que preciso para preparar o corpo para o Verão? No El Corte Inglés! Não faltam opções para diferentes tipos de treino e para todos os gostos.


Summer will show up in a blink of an eye and we all want to be summer-ready! The first step is to pick the right sports clothes for your workout. To me the most important thing in workout clothes is comfort. This little coat is perfect for these rainy days. Also, you must pick your running shoes wisely, I have a pronation tendency so it’s really important for me to run with the right shoes, my knees will thank me later. And where do I find everything I need to get that summer body ready? At El Corte Inglés!

2. Gadgets desportivos:

O apple watch e estes headphones beats são as minhas mais recentes aquisições. Confesso que de facto a maior utilidade do apple watch para mim é para praticar desporto. Diz-me quantas calorias queimei durante o dia, quantos passos dou diariamente, manda-me levantar quando estou demasiado tempo sentada, controla o meu ritmo cardíaco enquanto treino, entre outras coisas. Há imensos relógios com este tipo de funcionalidades, escolhi o apple watch porque tenho iphone, mas há outras marcas que têm relógios que cumprem perfeitamente esta função e outras. Aliás podes encontrar várias modelos de eletrónica desportiva no El Corte Inglés, assim como headphones, os meus são Beats, mas existem inúmeras opções.


The Apple watch and these Beats headphones are my latest acquisitions. Actually, for me the greatest utility of this apple watch is to practice sports. It tells me how many calories I burned during the day, how many steps did I take, it tells me to get me up when I’ve been siting down for too long, it control my heart rate while training, among other things. There are lots of watches with this kind of features. I picked the apple watch because I use iphone, but there are other brands that have really good workout watches too. Got these beats headphones but at El Corte Inglés you can also find a bunch of different options.

3. Alongar! Alongar! Alongar!

Este rolinho faz magia nos meus gémeos depois de 10km de corrida. Confesso que este cenário foi só para a fotografia porque normalmente eu e este rolo temos encontro marcado no tapete da sala em frente à televisão.


This little foam roller is pure magic for my gastrocnemius after a 10km run. I have to admit this scenario was just for the picture because usually I use this roller laying down on my living room carpet while watching tv.

4. O que comer antes e depois do treino?

Eu adoro comer todo o tipo de comida, regra geral evito comer coisas que vêm em forma de barra dentro de uma embalagem. Mas não vos vou enganar! Como! E precisamente para matar estes meus cravings tenho algumas opções da prozis aqui por casa, como estes wafers maravilhosos!

Como normalmente treino antes do almoço ou jantar, depois de treinar como uma refeição normal. Mas antes do treino estas três opções são perfeitas para mim: frutos secos e uma peça de fruta ou umas wafers, caso o dia tenha sido difícil e precise de energia 🙂 E adivinhem! Na loja de desporto do El Corte Inglés há um espaço com váris produtos Prozis.

Bons treinos!


I love eating all kinds of food, but usually I try to avoid eating things that come in the form of a bar inside of a package. But I won’t fool you, I actually eat it now and then. And precisely to kill these cravings I have some prozis options at home, like these yummy wafers!

Usually I workout before lunch or dinner so after it I just have a normal meal. But before training these three options are perfect for me: some nuts and of fruit or the wafers, if the day was long and I need energy 🙂 And guess what! You can find these at El Corte Inglés.

Have a good workout!

Workout Sessions

Fui desafiada pelo El Corte Inglés para partilhar convosco um dos meus treinos. Os acessórios foram escolhidos por mim e alguns deles são leves e super fáceis de transportar, para que possas fazer este treino em qualquer lado! Podes encontrá-los na loja de deporto do El Corte Inglés e aproveitar os descontos da semana de desporto que decorre entre 18 a 23 de Janeiro. Pedi ajuda ao meu personal trainer, Nilton Bala, para ter a certeza que não vos dou nenhuma informação errada. Preparados para queimar os excessos de Dezembro? Aqui vai:

1. Medicine Ball

Rotação lateral do tronco (ótimo para definir os obliquos!)

Agachamentos porque ninguém gosta de um flat booty!

2. Correia para treino em suspensão

Esta corda é muito versátil. Ótima para levar para o parque e fazer um treino completo, ou para usar no contexto de um treino funcional. Na segunda imagem estou a usá-la para fazer um exercício de braços, mas nesta última foto o foco já são os membros inferiores.

3. Elástico de tonificação

Só uma imagem para este elástico é um bocadinho redutor porque as hipóteses são inúmeras. O importante é ser criativo! Muito bom para fazer exercícios de braços e super fácil de transportar.

4. Aro de pilates

Este exercício atua precisamente naquela parte interior da perna que precisa de atenção extra e nos dá algumas dores de cabeça. O aro também é muito leve e fácil de transportar.

5. Bola de pilates

A bola de pilates é ótima para fazer abdominais e alongar. Em cima está só um exemplo de exercício de abdominais, existem imensas formas diferentes de usar a bola.

Podem encontrar tudo para os vossos treinos na loja de desporto El Corte Inglés, ou online (clica aqui). Aproveita os descontos da semana de desporto para fazeres um upgrade no teu equipamento de treino e na tua saúde. Os acessórios que estou a usar são todos da marca Boomerang. 

BELIEVE IN MORE with NIKE

  I like to think of my job as a storyteller but I just realized I haven’t told you my story yet. How did I end up here? How running taught me how to overcome challenges and how I found my life’s role which turned out being so different from everything I dreamed of but even better than I could ever imagine. So here’s my story:

Gosto de pensar no meu trabalho como contadora de histórias mas acabei de me aperceber que ainda não vos contei a minha história. Como é que vim aqui parar? Como é que o desporto me ensinou a superar desafios e como é que encontrei o papel da minha vida, que se revelou, afinal, um pouco diferente de tudo o que sonhei, mas ainda melhor do que aquilo que havia imaginado até então. Esta é a minha história:

Durante anos a minha identidade foi uma coisa que não precisei de procurar, sempre soube quem era, de onde vim e durante muitos anos tive a certeza do caminho que me esperava. Hoje em dia esta última parte tornou-se uma incógnita.

Tudo começa num jantar de família, devia ter uns seis anos e decidi que queria ser atriz. O ponto de partida é uma vontade de contar histórias, alimentada dentro das quatro paredes do meu quarto, forradas a posters e desenhos com cadernos escritos em cada estante e livros que esperavam para ser lidos… Depois disto vem a escola de teatro, uma série de televisão e um ano a viver em Los Angeles. Não seria a pessoa que sou hoje se não tivesse sido aquela criança de seis anos tão obstinada. Mas aos 22 anos a minha carreira de atriz era só um sonho e o destino deixou de ser uma certeza. O que acabou por pôr em causa tudo aquilo que me parecia tão certo até então. Mas eu nunca baixei os braços e não, não sou um clichê, ainda que possa parecer um quando fazes scroll down no meu feed do instagram. Resolvi aprender a fazer outras coisas, interessei-me por temas diferentes e acabei por perceber que talvez ser atriz não fosse a minha forma de contar histórias e procurei ter uma voz noutro lugar. Estas dúvidas levaram-me para a Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra e apesar de no primeiro ano achar que tudo aquilo era uma loucura acabei por sair de lá formada quatro anos depois. Tirei um curso de Direito em Coimbra enquanto vivia no Porto, apanhava o primeiro comboio da manhã às 6:50 e a maior parte das vezes era a primeira a sentar-me na sala.

Mas a vontade de comunicar não estava saciada e é nesta fase que surge o melhor trabalho do mundo. Serendipity acontece durante uma manhã de corrida quando decidi criar o blog e descobri em mim vestígios da criança obstinada que fui quando tinha seis anos. Cheguei a casa, sentei-me em frente ao computador e só saí de lá quando o blog estava pronto!

O desporto esteve sempre presente na minha vida, mas foi em 2011 que se tornou uma necessidade. Correr é a minha meditação, é o lugar onde organizo as ideias e onde me encontro, é uma luta da qual sei que vou sair sempre a ganhar e traz-me a serenidade que preciso. É mais do que tudo isto até, quando estou a correr sinto-me capaz de tudo! É uma perfeita analogia para a vida, 1km de cada vez, corro atrás daquilo que quero.

E porque não baixei os braços e nunca parei de correr atrás daquilo que queria, ainda que com algumas adversidades e dúvidas pelo meio, hoje sou uma contadora de histórias. É pouco provável que isto dure para sempre, até porque a determinada altura tornar-se-á desinteressante, mas com certeza encontrarei outra forma de contar histórias. E tu, contador de histórias, corres atrás daquilo que queres? Corres imperativamente atrás dos teus sonhos até perderes o fôlego?

Corre atrás daquilo que queres com a NIKE e clica nos links em baixo para adquirires o teu equipamento já, porque vale a pena correr pelos teus sonhos.

Leggings – NIKE EPIC LUX 2.0
Ténis – NIKE AIR ZOOM PEGASUS 34 
Sports bra – NIKE CLASSIC SWOOSH 
Top – NIKE BREEZE COOL NIKE BREEZE COOL


I like to think of my work as a storyteller but I just realized that I haven’t told you my story yet. How did I end up here? How running taught me how to overcome challenges and how I found my life’s role which turned out being so different from everything I dreamed of  but even better than I could ever imagine. So here’s my story:

I always knew who I was, where I came from and for many years I thought I knew what my future would be like. Nowadays this last part has become unknown.

It all starts at a family dinner. I was around six years old and decided that I wanted to be an actress. The starting point is a will to tell stories. This desire was fed for some many years by a child inside of the four walls of her room, lined with posters and drawings with written notebooks on every shelf and books waiting to be read … After this comes drama school, a TV show and one year living in Los Angeles. I wouldn’t be the person I am today if it wasn’t for that stubborn six-year-old I used to be. But at the age of 22 my acting career was just a dream and my future was no longer a certainty. Which ended up making me having doubts about everything that seemed so right to me until then. I’ve never gave up and NO, I’m not a cliché! Although I may look like one when you scroll down my instagram feed. I started learning new things and got interested in different subjects. And in that moment I realized that maybe being an actress wasn’t the best way for me to tell stories so I decided I would find a place for my voice to be heard somewhere else. These doubts led me to Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra and although in the first year of college I thought that was just a crazy idea I ended up leaving four years later with a Law degree. I took this Law degree while living in Porto (100km away from Coimbra). I got on the first train in the morning at 6:50 am and I was the first one getting to class most of the time.

But the will to communicate wasn’t fulfilled and that’s when the best job in the world comes into my life. Serendipity happens during a morning run when I decided to create the blog and discovered inside of me traces of that stubborn child I was when I was six years old. I got home sat in front of the computer and only left when the blog was ready!

Sports has always been present in my life but it was in 2011 that it became a necessity. Running is my meditation, it’s the place where I organize my ideas and where I find myself, it’s a struggle I know I’ll always end up winning and brings the serenity I need in my daily life. It’s even more! When I’m running I feel like I’m capable of everything! It’s a perfect analogy for life, 1km at a time I run after what I want.

And because I didn’t give up and never stopped running after what I wanted, although with some adversity and doubts in between, today I am a storyteller. This probably won’t last forever because at some point it might become uninteresting but I’m sure I’ll find another way to tell stories. And you, storyteller, do run after what you want? Do you run imperatively for your dreams until you can’t catch your breath?

Run after what you want with NIKE and shop your sports outfit right now, because your dreams are worth to run for. Click the links below to shop.

Leggings – NIKE EPIC LUX 2.0
Sneakers – NIKE AIR ZOOM PEGASUS 34 
Sports bra – NIKE CLASSIC SWOOSH 
Top – NIKE BREEZE COOL NIKE BREEZE COOL

My favorite Parisian Rules

1. “Find ‘your’ perfume before you turn thirty. Wear it for the next thirty years.”

Como já devem ter reparado, estou empenhada nas minhas lições de “How to be a Parisian”, portanto resolvi abrir a bíblia parisiense e partilhar convosco algumas das minhas regras favoritas escritas por Caroline De Margret, Anne Berest, Sophia Mas e Audrey Diwan.

Também já devem ter percebido que estou um bocado obcecada pelo Rochas Mademoiselle. Cheira a Paris e a Primavera, o que é que eu posso querer mais num perfume?!

2. (She owns) “A pair of oversized sunglasses to hide her tired eyes the morning after.”

3. “She doesn’t have a ring on each finger, or a big diamond on each ring.
She doesn’t wear a gold watch that costs as much as a fancy car.
In fact, she doesn’t own a fancy car.”

4. How to Answer the telephone (when he finally calls):

Na verdade eu deixo sempre o telefone tocar um bocado antes de atender. O “when he finally calls” está entre aspas porque esta regra aplica-se em (quase) todas as ocasiões.

She feigns surprise upon hearing his voice.” Acontece-me sempre, e normalmente estou mesmo surpreendida até porque nunca gravo o numero de ninguém. (É uma coisa que tenho de mudar, eu sei!)

“She asks if she can call him back in five minutes.” Também acontece com frequência e a maior parte das vezes estou mesmo ocupada!

“The thing is, she is not alone… (Et oui: You should never have kept her waiting” C’mon! Esta parte é cruel!

5. “She says hello to everyone but wants to talk to no one.”

Ok! Não é todos os dias, mas durante a semana, nos dias de não lavar o cabelo quando passo o dia a escrever posts. Ou quando acordo de manhã e a primeira coisa que faço é ir passear o Hamlet de pijama, saí da cama calcei uns ténis e pus uns óculos de sol… “Bom dia, Adeus!”

6. Own a signature item. ” The signature item is an attitude. It is the gun in your holster that makes you feel well dressed and invincible.”

A ideia é ter uma peça que nos faça sentir bem e usá-la vezes sem conta! Pode ser um casaco de couro, uma handbag, umas argolas de ouro que herdaste da tua avó, ou até umas gotas de perfume. Seja o que for, usa esta peça para o resto da vida e (já numa versão menos parisiense) estás pronta para conquistar o mundo!

Primark, Set, CLIMB !


🎶”Ain’t about how fast I get there
Ain’t about what’s waiting on the other side,
It’s the cliiiiiiiiiimb”🎶

(Miley Cyrus, The climb)

Desta vez a Primark convidou-me para uma tarde de escalada indoor, para ser mais precisa, escalda num cupcake. Entrei no Vertigo às 15 horas no dia mundial da actividade física, 6 de Abril. As cores na parede são atrativas mas estão lá com um propósito que claramente não é parecer um cupcake. O objetivo é escalar por cores, pé esquerdo no verde, pé direito no verde e por aí acima… 🎶”Ain’t about how fast I get there, Ain’t about what’s waiting on the other side, It’s the cliiiiiiiiiimb”. Enquanto é a Miley a cantar está tudo bem, o pior é que assim que chego lá a cima a musica é outra 🎶”What if I fall? I won’t let you fall, What if I cry?, I’ll never make you cry, And if I get scared?, I’ll hold you tighter” (Keith Urban f. Carrie Underwwod, The fighter). 

Agora que já gastei as analogias que tinha para usar neste post vamos passar à parte séria. Esta foi a primeira vez que fiz escalada e fiquei com vontade de andar pendurada numa corda a subir todas as rochas de Portugal, aconselho-vos (MESMO!) a experimentar! E o kit da Primark que recebi foi ideal para este treino, o cap preto foi só para fingir que estava a escalar mesmo uma rocha e não um cupcake. Ainda que o cupcake não fique nada atrás!

Tenham uma ótima escalada!

Tenho vestido: Primark
Este post foi patrocinado pela Primark.


Primark invited me for an afternoon of indoor climbing, to be more precise to climb on a cupcake. I got to Vertigo at 3pm, April 6th the word day of physical activity. The colors on the wall are attractive but they’re there for a purpose that clearly isn’t looking like a cupcake. The goal is to climb by color, left foot over the green rock, right foot on the green and so on… “It’s not about how fast I get there, it’s not about what’s waiting on the other side, it’s the cliiiiiiiiiimb.” While it’s Miley singing I’m cool but it gets pretty bad as soon as I get up there and the music changes “What if I fail? I will not let you fall, what if I cry? Cry, And if I get scared ?, I’ll hold you tighter “(Keith Urban f. Carrie Underwood, The fighter).

I’m over analogies now so let’s move on to the serious stuff. This was the first time I went climbing and right now I kinda want to get a rope and start climbing all the rocks of Portugal (well… I won’t do it alone, of course!). You guys really need to try it! And the Primark kit I got this time was ideal for this workout, the black cap was just to pretend I was climbing a real rock and not a cupcake. Even though the cupcake was pretty cool!

Have a nice climb!

I’m wearing: Primark
This post was sponsored by Primark.

Aerial Yoga with Primark

“To perform every action artfully is yoga” – Swami Kripalu

A Primark voltou a desafiar-me, mas desta vez foi para uma aula de Yoga Suspenso. Como podem ver fui vestida a rigor, até porque não fazia sentido nenhum fazer uma aula de yoga suspenso sem uma tshirt transparente baby pink. Baby pink tshirt, meias leopardo, chinelos com palmeiras, makeup para treinar (sim, maquilhagem para treinar!), yoga mats inspeccionais, a Mia Rose, a Isabel Silva, enfim… Não faltou nada! (obrigada Primark)

Mas esta coisa do yoga merece uma viagem à Memory Lane. Fiz yoga durante um ano há 10 anos atrás, tinha 16 anos. Lembro-me que na altura achava aquilo um b0cado aborrecido. Além disso, ficava segundos a fio sem respirar para conseguir aguentar nas posições, era uma espécie de competição comigo mesma, a maior parte das vezes acabava por conseguir fazer as coisas por persistência, mas nunca consegui entrar no “espírito do yoga”.

O yoga suspenso é diferente, mas o espírito é exatamente o mesmo. Lá estava eu pendurada feita artista de circo, prestes a explodir porque me esqueci de respirar. O que prova que claramente não aprendi nada nos últimos 10 anos. Mas tenho de admitir, apesar de ter praticado apneia suspensa em vez de yoga, gostei imenso da aula. Com ou sem espírito, estar de cabeça para baixo pendurada num “lençol” (algo me diz que isto tem outro nome) parece-me uma excelente ideia. Porque não? Podemos repetir todas as quintas à mesma hora?

No entanto, no dia seguinte acordei a pensar que estava a ficar doente, cheia dores de garganta, levantei-me da cama e percebi-me que a dor não era só na garganta. “Eureca! Não são dores de garganta, o meu pescoço está dorido.” Descobri músculos que podia jurar que não tinha! Bem-vindos ao mundo músculos novos! Agora resta-me esperar pelo próximo convite da Primark, há todo um universo de músculos no meu corpo por descobrir.

Tenho vestido: Primark
Este post foi patrocinado pela Primark.


Once again Primark challenged me to workout but this time the challenge was to take an Aerial Yoga class. As you can see my yoga outfit is on point. You know I couldn’t attend this class without a see-through baby pink tshirt. Makes no sense! Baby pink tshirt, leopard socks, slippers with palm trees, workout makeup (yes, makeup to workout!), Yoga mats with inspirational quotes, Mia Rose, Isabel Silva … Just all we needed (Thanks Primark)

But this yoga thing deserves a trip to Memory Lane. I did yoga for a year 10 years ago when I was 16 years old. Back in that time I thought it was a bit boring. Besides that I would hold my breath for seconds to be able to stay in one position. It was a kind of competition with myself, most of the time I managed to do things out of persistence, but I feel like I never got into that yoga spirit.

Suspended yoga might be a bit different but the spirit is exactly the same. There I was hanging there looking like a circus performer about to explode because I forgot to breathe (once again). Which proves that I clearly haven’t learned a thing in these last 10 years. But I have to admit, despite having practiced suspended apnea instead of yoga I really enjoyed the class. With or without the right spirit, being upside down hanging on a “sheet” (something tells me this has a different name) felt like a great idea. Why not? Can we do it every Thursday?

Although the day after wasn’t that great. I woke up feeling sick, my throat was sore. Well at least that’s what I thought but when I got out of bed I realized that pain wasn’t coming from my throat. “Eureka! My throat isn’t sore, my muscles are!” I discovered muscles I could swear I didn’t have! Welcome to the world new muscles! Now I’ll be waiting for Primark’s next invitation, there’s a whole universe of muscles in my body waiting to be discovered.

I’m wearing: Primark
This post was sponsored by Primark.

Primark Set Go

“Wake up, work out, kick ass – REPEAT!”

Fui desafiada pela Primark para fazer uma aula de Crossfit e um workshop de nutrição. Em duas semanas dediquei duas tardes a esta história da healthy food, acho que estes workshops de nutrição estão um bocadinho obcecados por mim, mas vamos deixar essa conversa para outro dia! (Why are you so Obsessed with me?🎶).

Assim que disse sim à proposta (ora isto foi engraçado, não foi? Assim que disse sim), assim que aceitei a proposta (melhor assim) chegou aqui a casa um pack de desporto da Primark. Aliás, um pack é eufemismo, chegou um SUPER KIT com tudo o que possam imaginar! Ténis, yoga pants, tops, um casaco, elásticos para o cabelo, malas e malinhas e bolsas e bolsinhas e mini bolsinhas dentro de malinhas, um corte de ténis, flamingos, bilhetes de férias para as Maldivas… (Acho que se esqueceram destes três últimos). Mas foi mesmo um super kit que me fez dar mortais para trás de alegria e acabou com aquele último resquício de January Blues que ainda pairava no ar.

Por falar em mortais para trás, a aula de crossfit, no The Bakery Crossfit foi peace of cake, nem me cansei! Tão fácil, tão fácil que estive quase para dormir uma sesta durante os burpees, só não adormeci por causa do barulho. Mas isto foi num universo paralelo, neste universo calhou-me um treino de 20 minutos que me deixou mais cansada do que quando corro 15km. Ainda assim, a Isabel Silva não parou de rir, falar, saltar e fazer o pino enquanto a Mia Rose dançava na bicicleta e eu nem consegui fingir que não estava cansada durante os primeiros 5 minutos (nota-se na 3ª foto). Como compreendem, depois de ler esta descrição inusitada, o evento foi giríssimo e a coleção da Primark está um sonho!

Tenho vestido: Primark
Este post foi patrocinado pela Primark.


I was challenged by Primark to take a Crossfit class and a nutrition workshop. These last two weeks I’ve attended two healthy food workshops, I think these nutrition workshops are a little bit obsessed with me. (Why are you so obsessed with me?🎶)

As soon as I said yes to this Primark challenge they sent a sport’s pack to my place. Well actually, a SUPER KIT is a better way to describe it. Sneakers, yoga pants, tops, a jacket, hairbands, bags and little bags and mini bags inside little bags, a tennis court, flamingos, tickets to the Maldives… (Okay, they might have forgotten these last ones). But it was a really cook kit anyway. Perfect to get rid of those last remnant of January Blues.

The crossfit class at The Bakery Crossfit was peace of cake, I didn’t get tired at all! So easy that if it wasn’t for the noise I would’ve fallen asleep while doing burpees. But this was in a parallel universe, in this universe I live in I got a 20 minute workout that got me more tired than when I run 15km. But that was just me! Isabel Silva kept on laughing, talking and jumping while Mia Rose danced on the bike and I couldn’t play it cool for 5 minutos (see the 3rd picture). As you can tell after reading this unusual description the event was really cool and this Primark collection is to die for!

I’m wearing: Primark
This post was sponsored by Primark.

How to beat the January Blues

“Though the days come and go
There’s one thing I know
I’ve still got the blues …” 🎶

Tenho andado afogada em January Blues* desde que 2017 começou e não posso dar-me ao luxo de prolongar este estado de procrastinação até Fevereiro, por isso hoje resolvi acabar com o assunto.

10 tips to beat the January Blues:

  1. Veste tons primaveris! Estas peças curiosamente apareceram nos saldos, não são da nova coleção mas podiam ser!
  2. Compra uma peça de roupa nos saldos, daquelas super baratas e muito esquisitas. Aquele top dourado que fica para o fim dos saldos, custa 10€ e ninguém quer, provavelmente vais usá-lo uma vez na vida, mas nesse dia vai ser mesmo preciso, além de ser uma boa ajuda nesta luta contra os blues.
  3. Compra uma viagem! Se for para o sol melhor ainda, mas como o sol está um bocadinho longe (e caro!) agasalha-te e vai visitar uma cidade na Europa. (Também já resolvi este assunto!)
  4. Combina um jantar com as tuas amigas para sexta-feira à noite e uma corrida para domingo de manhã.
  5. Faz um workshop de comida saudável e começa finalmente aquela dieta de 2017 (em Março LOL)
  6. Vai ao cinema a meio da semana e come pipocas, esquece a dieta,  foi má ideia!
  7. Compra um auto-bronzeador e finge que é verão.
  8. Põe o aquecimento no máximo e faz homemade ice cream no próximo domingo à tarde.
  9. Compra umas sandálias e calça-as no domingo do gelado.
  10. Come o gelado!

*January Blues: um sentimento associado ao mês de Janeiro. Dia 2 de Janeiro, o Natal já passou, da passagem de ano só restam fotos e tudo o que nos espera são dias gelados, muito trabalho, dieta para compensar os excessos de Dezembro e meses de palidez. A Primavera ainda é uma longínqua miragem e o Verão está no Hemisfério Sul a passar férias! DRAMA!
Sintomas: Mau feitio, vontade anormal de comer snacks o dia todo e longas horas de procrastinação.

Tenho vestido: Casaco e jeans (ZARA); Mala (Brownie Spain); Camisola (MO)


I have been drowning in January Blues * since 2017 started and I can’t afford to prolong this state of procrastination until February, so today I decided to end it.

10 tips to beat the January Blues:

  1. Wear spring tones! I found these on sale even thought they could totally be new collection;
  2. Buy something on sale. You know that cheap and very weird golden top that no one wants, costs 10 bucks but nobody buys it. You’ll probably use it once in a lifetime, but that day it will be very needed, and it will be a good help in this fight against the blues.
  3. Plan a trip! To the beach would be perfect but if that’s not possible just visit an European city.
  4. Call your friends and meet for dinner on Friday night. Go for a run on sunday to burn those friday night calories.
  5. Go take a healthy food workshop and start that 2017 diet (in March LOL)
  6. Go to the movies on wednesday and have some popcorn, forget about the diet it was a bad idea!
  7. Get a self-tanner and pretend it’s summer.
  8. Turn on the HEAT and make homemade ice cream next Sunday.
  9. Buy some sandals and put them on for the ice cream sunday.
  10. Eat the ice cream!

* January Blues: a feeling associated with January. January 2, Christmas is over, from the year all you have is photos and all that awaits us are frosty days, a lot of work, diet to compensate the excesses of December and months of pale face. Spring is still a distant mirage and summer is in the Southern Hemisphere! DRAMA!
Symptoms: Bad mood, abnormal urge to eat snacks all day and long hours of procrastination.

I’m wearing: Jeans and biker (ZARA), bag (Brownie), Knit (MO)

2017 Resolutions

More cheese, less calories! More morning runs, lots of food and no extra pounds!

Para começar bem, na passagem de ano em vez de passas comi skittles. O que revelou, logo desde o primeiro minuto, o quão promissora a minha dieta seria em 2017. Entretanto como ainda estamos no início do ano resolvi finalmente escrever os meus desejos para 2017.

1. Desejo que tudo aquilo que gosto de comer magicamente se transforme em metade das calorias;

2. Que alguém invente batatas fritas de presunto sem calorias e sem sal (MAS COM O MESMO SABOR);

3. Ter tempo para treinar duas vezes por dia para nos intervalos poder comer tudo o que há no mundo;

4. Que as pipocas do ArrábidaShopping tenham o mesmo efeito no meu organismo que uma caneca de chá verde;

5. (Last but not least) Que o Nilton Bala adquira super poderes e eu possa comer todos os queijos do mundo sem engordar nem uma grama.

A lista era mais longa mas para bem da vossa sanidade mental resolvi reduzir. Há uma dose de parvoíce diária recomendada, acima disso já não é saudável.
Desejo-vos um ótimo 2017!


To start well on New Year’s Eve instead of raisins I ate skittles. Which revealed right away how promising my 2017 diet is about to be. However as we are still at the beginning of the year I finally decided to put together my new year’s resolutions.

1. I wish that everything I like to eat magically loses half of its calories;

2. I wish that someone invents fries without calories and without salt (BUT  JUST AS YUMMY)

3. Find the time to workout twice a day so in between I can eat everything I want;

4. That ArrábidaShopping popcorn have the same effect on my body as a mug of green tea;

5. Last but not least, I wish God would give super powers to Nilton Bala so I could eat all the cheese in the world and don’t get fat.

The list was longer but for the sake of your sanity I decided to make it smaller. There’s a daily recommended dose of  silliness, above that it’s not healthy.
I wish you all a great 2017!