Anita & the Movies Journal

It’s a kind of magic!

IMG_4531.JPG

“Cobb: What is the most resilient parasite? Bacteria? A virus? An intestinal worm? An idea. Resilient… highly contagious. Once an idea has taken hold of the brain it’s almost impossible to eradicate. An idea that is fully formed – fully understood – that sticks; right in there somewhere.”

IMG_4532.JPG

“Cutter: Now you’re looking for the secret. But you won’t find it because of course, you’re not really looking. You don’t really want to work it out. You want to be fooled.”

IMG_4595.JPG

“Eisenheim: Everything you have seen here has been an illusion.”

IMG_4384.JPG

“Thaddeus Bradley: When a magician waves his hand and says, “This is where the magic is happening.” The real trick is happening somewhere else. Misdirection.”

IMG_4530.JPG

Carl Van Loon: Your powers are a gift from God or whoever the hell wrote your life script.”

IMG_4533.JPG

Title Card: It has been said something as small as the flutter of a butterfly’s wing can ultimately cause a typhoon halfway around the world. – Chaos Theory”

IMG_4383.JPG

Sofía: I think she’s the saddest girl to ever hold a martini.”

Movies:
Inception (2010) IMDB Rating 8.8
The Prestige (2006) IMDB Rating 8.6
The Ilusionist (2006) IMDB Rating 7.6
Now you see me (2013) Rating IMDB 7.3
Limitless (2011) Rating IMDB 7.4
The Butterfly Effect (2004) IMDB Rating 7.4
Vanilla Sky (2001) IMDB Rating 6.9

(Clica no filme e vai ao IMDB para mais informações)
(Click in the movie and go to IMDB to get more information)

Tal como disse no primeiro Movies Journal, gosto de ser enganada, ao mágico jeito de Hollywood, portanto, aqui fica um post que vai literalmente ao encontro deste meu gosto.
Os filmes The illusionist, The Prestige e “Now you see me” são, realmente, filmes de magia, sendo que, o segundo é dum dos meus realizadores preferidos, Christopher Nolan, que também realizou o Inception. Este e o Vanilla Sky são filmes em que se confunde o sonho com a realidade, temas similares, mas filmes incomparáveis, tendo em conta que, na minha opinião, o Inception é um dos melhores filmes de sempre.
O Butterfly Effect é, como o próprio nome indica, sobre o efeito borboleta. O que provoca, afinal, uma escolha feita na infância no percurso de uma vida?
Finalmente, o Limitless, nome do filme, nome da substância que acaba por protagonizar o filme, é sobre um químico que quando ingerido provoca um aumento brutal das capacidades mentais.


UGG me, I’m cold ❤️ Anita

IMG_4580.JPG
IMG_4582.JPG
IMG_4594.JPG
IMG_4587.JPG
IMG_4590-0.JPG
IMG_4581.JPG
IMG_4583.JPG
IMG_4591.JPG
IMG_4577.JPGIMG_4584.JPGIMG_4585.JPG
As botas que começaram por ser usadas pelos surfistas Australianos já há alguns anos que são trend e, talvez pelo seu conforto, recusam-se a sair de moda.
Já tive algumas botas do género, mas este é o meu primeiro par de UGG originais e tenho a sensação que vou viver nelas o resto do Inverno.

Kisses & UGGs

Tenho vestido:
ZARA
Botas: UGG Classic short Chestnut – comprar
Óculos de sol: rayban clubmaster


These boots were first used by Australian surfers and they’ve been a trend for a while. These are so comfortable they probably won’t get out of style.
I’ve had a few boots of this kind, but this is my first pair of original UGG and I’m pretty sure I’ll be living in these for the rest of the winter.

I’m wearing:
ZARA
Boots: UGG Ugg Classic short Chestnut – shop
Sunglasses: rayban clubmaster

Kisses & UGGs

Anita 💜s VS

IMG_4506-0.JPG
IMG_4507.JPG
IMG_4510.JPG
IMG_4508.JPG
IMG_4509.JPG
IMG_4511.JPG
IMG_4513.JPG
IMG_4512.JPG
IMG_4514.JPG
IMG_4529.JPG
IMG_4524.JPG
IMG_4517.JPG
IMG_4527.JPG
IMG_4521.JPG
IMG_4516.JPG
IMG_4525.JPG

I just want to say, good night, sweet prince, may flights of angels sing thee to thy rest.
– Harry Dean Stanton

Ontem à noite não se sentiu frio em Londres, a equipa de anjos da Victoria’s Secret provocou uma onda de calor na Europa, e não houve quem ficasse indiferente.
Este é o clímax da carreira de qualquer modelo e Portugal está muito bem representado pela querida Sara Sampaio.


Inspirem-se!

Last night no one felt the cold in London, the Victoria’s Secret’s angels caused a heat wave in Europe, and everyone felt it.
This is the career climax of any model and Portugal is very well represented by the dearest Sara Sampaio.

Get inspired!

When December comes:

IMG_4475.JPG
IMG_4480.JPG
IMG_4471.JPG
IMG_4473.JPG
IMG_4479.JPG
IMG_4477.JPG
IMG_4475-0.JPG

“How did it get so late so soon? Its night before its afternoon. December is here before its June. My goodness how the time has flewn. How did it get so late so soon?”
– Theodor Seuss Geisel

Chegou a altura mais bonita do ano! De facto, sinto uma mudança maior na minha vida em Setembro do que em Dezembro. Com o frio vêm as recordações de todas as vidas que vivi e pessoas que fui. É uma época bipolar. Há uma energia fabulosa no ar, ando tipo ajudante do Pai Natal, passo o mês dum lado para o outro, num frenesim agridoce a preparar a melhor noite do ano e tenho uma playlist de Natal no telemóvel que funciona como uma espécie de banda sonora.
Mas há o outro lado, a nostalgia de Dezembro, enquanto vivo um dia de cada vez não me apercebo do peso do tempo, quando chego ao final do ano apercebo-me da estabilidade do passado, tão boa por um lado, assustadora por outro, tendo em conta, o caráter irrepetível e imutável de tudo aquilo que já foi vivido.
Mas Dezembro ainda agora começou e já promete um futuro, além disso, promete amor e uma família reunida à volta da mesa.

Sei que a o texto não tem nada que ver com o look, mas achei que o blog precisava dos dois, portanto, deixo-vos um outfit super descontraído, perfeito para o frio de Dezembro, assim como uma pequena reflexão sobre esta época Natalícia que se avizinha!

Tenho vestido:
Casaco: Fashion Pillscomprar
Estola, leggins & mala: ZARA
Tenis: Nike
Relógio: Michael Kors
Óculos de sol: ray ban wayfarer folding


It’s the most beautiful time of the year! In fact I feel a greater change in my life in September than actually feel in December. This cold brings me memories of all these lives I’ve lived and the person I used to be. I feel like this is a bipolar time. There is a fabulous energy in the air, I am like a little Santa’s helper, always running around in a bittersweet frenzy to prepare everything for the best night of the year. I have a Christmas playlist on my iPod which feels like some kind of soundtrack.
But there’s a dark side in this last month of the year, while living one day at a time I don’t feel the weight of time, but when the end of the year arrives I feel the stability of the past, so good on the one hand, scary on the other hand, Because it’s unrepeatable and immutable.
But December promises a future, love and a family gathered around the table.

I know the text has nothing to do with the look, but I thought the blog needed both, so I decided to leave a a few pictures of my super relaxed outfit, perfect for a cold December, as well as a small reflection about Christmas season.

I’m wearing:
Cardigan: Fashion Pillsshop
Fur, leggins & bag: ZARA
Sneakers: Nike
Watch: Michael Kors
Sunglasses: ray ban wayfarer folding

Home sweet Home, 💜 Anita

IMG_4208.JPG
IMG_4205.JPG
IMG_4215.JPG
IMG_4206.JPG
IMG_4214.JPG
IMG_4207.JPG
IMG_4210.JPG
IMG_4209.JPG
IMG_4212.JPG
IMG_4211.JPG
IMG_4216.JPG

IMG_4217.JPG
IMG_4436-0.JPG
IMG_4438-0.JPG
IMG_4437-0.JPG
IMG_4434-0.JPG
IMG_4433.JPG
IMG_4432.JPG

“Home is where the Heart is”

Chegar a casa, tirar os sutiã, os sapatos e as lentes, pôr os óculos e prender o cabelo num ponytail pouco gracioso, ligar a televisão e sentar-me no sofá com o portátil em cima das pernas, enquanto o meu cão tenta aninhar-se no meu colo. Claramente, acabei de descrever uma das melhores coisas do mundo.

Há alturas que passo mais tempo em casa do que outras, mas em qualquer uma destas situações é importante ter um lugar à nossa medida.
Pessoalmente, gosto da harmonia do branco e de um pouco de história em cada canto, fotografias e quadros na parede, souvenirs de viagens e livros, prateleiras enormes que ocupam paredes inteiras, cheias de livros.
Hoje decidi deixar um post diferente do habitual, inspirem-se! 💋


To get home, take off my bra, shoes and lenses, put on the glasses and my hair up in a not so graceful ponytail , turn on the TV and sit on the couch with the laptop over my knees while my dog ​​tries to nest on my lap. Clearly, I just described one of the best things in the world.

There are times I spend a lot of time at home, but sometimes I’m only at home to sleep, anyway I think it’s important to have a place where we feel “at home”.
Personally, I like the harmony of the white and a bit of history in every corner, photographs and paintings on the wall, travel souvenirs and books, huge shelves that take up entire walls, filled with books.
Today I decided to make a different kind of post, get inspired! 💋

What’s with Anita and Grannie’s clothes?

IMG_4324.JPG
IMG_4318.JPG
IMG_4319.JPG
IMG_4316.JPG
IMG_4322.JPG
IMG_4340.JPG
IMG_4333.JPG
IMG_4328.JPG
IMG_4341-0.JPG
IMG_4342.JPG

Entretanto, a minha avó subia para lhe fazer o nó da gravata, e eu, sentada na cama, provavelmente a fazer perguntas sobre tudo, olhava para eles, sem saber que, mais tarde, este viria a ser uma das memórias mais bonitas que guardo dos dois

Talvez esta coisa de usar a roupa da avó seja um pretexto para tê-la como parte neste projeto, sem se tornar demasiado pessoal. Além disso, a verdade é que, os closets da avó estão cheios de romantismo.
Quando era criança, passava muito tempo com os meus avós, lembro-me de acordar de manhã cedo e o meu avó estar a vestir-se para ir trabalhar, enquanto eu tomava o pequeno almoço e via desenhos animados na cozinha, com a minha avó. Assim que me apercebia que ele tinha saído do banho, esperava uns minutos, e subia com os cubinhos de maçã que a minha avó preparava para ele, acabava sempre por comer metade enquanto subia as escadas. Entretanto, a minha avó subia para lhe fazer o nó da gravata, e eu, sentada na cama, provavelmente a fazer perguntas sobre tudo, olhava para eles, sem saber que, mais tarde, este viria a ser uma das memórias mais bonitas que guardo dos dois. Como seria de esperar, ela começou a cortar maçã aos cubinhos para eu comer na cozinha e não ir comer a do meu avó, como é óbvio não resultou.
O meu avô tem os olhos azuis mais bonitos do mundo e a minha avó é igual a mim e à minha mãe, somos a mesma mulher em três gerações diferentes.
O tempo passa e deixa marcas mas a elegância persiste e apesar das preocupações serem outras, a geração mais velha é a mais bonita, eu e a minha mãe ainda temos muito que andar.
Este é o encanto dos casacos da avó, quando os visto, bem cedo pela manhã, imagino a minha avó a vesti-los há 50 anos atrás. Há imensas épocas que eu gostava de ter vivido e as raízes trazem-me um leve aroma destes tempos. As histórias que a minha avó me conta, tão diferentes das que eu vivo, mas tão parecidas, afinal, todos brincamos enquanto crianças e saboreamos, uns mais rápido que outros, o despertar da Primavera.

Tenho vestido:
Casaco da avó
Calças, camisa, sapatos: ZARA
Relógio: Michael Kors
Óculos de sol: Emian Böhe


Maybe I use my Grandma’s clothes so I can have her as a part of this project without becoming too personal. Although the truth is Grandma’s closets are full of romanticism.
As a child I spent a lot of time at my grandparents, I remember waking up in the morning in their house, my grandfather was getting ready to work while I ate breakfast and watch cartoons in the kitchen with my grandmother. Whenever I’d realize he had got out of the shower, I would wait a few minutes and go with his breakfast, which was a plate with sliced apple that my grandmother prepared for him, I always ended up eating half of it while I walked up the stairs. Then, my grandmother would come up to the room to make the knot on grandfather’s tie. And there I was, sitting over the bed, probably asking questions about everything, looking at them, far from knowing that later on this would be one of the most beautiful memories I have from these two. Predictably, my grandmother started giving me apple for breakfast so I Could eat my own instead of
grandfather’s, obviously that didn’t work.

My grandfather has the most beautiful blue eyes and my grandmother looks like me and my Mother, we are the same woman at three different generations.
Time flies and leaves its marks but the elegance of my grandmother persists despite the change of concerns, the older generation is the prettiest, my Mother and I still have a long way to go.
This is the charm of Grandma’s coats, whenever I wear them in the morning, I imagine my grandmother wearing it 50 years ago. There are plenty of eras that I’d love to have lived, and my roots bring me a scent of these times. All these stories my grandmother tells me, so different from mine, but so similar, after all, we’ve all played as kids and tasted the bittersweet spring awakening.

I’m wearing:
Grandmother’s coat
Shoes, pants & shirt: ZARA
Sunglasses: Emian Böhe
Watch: Michael Kors

A Anita & o “je ne sais quoi” da Sienna Miller

IMG_4248.JPG
IMG_4218.JPG

“The big thing I’ve discovered, the big secret, is that it’s all about how happy you are. It’s the ultimate thing. People forget your flaws and imperfections if they see you’re happy.”

IMG_4246.JPG
IMG_4220.JPG
IMG_4245.JPG

“I’m so not perfect.”

IMG_4251.JPG
IMG_4249.JPG

“I need my food to keep my energy up, so I can’t really diet.”

IMG_4250.JPG
IMG_4247.JPG

“I’m full of curiosity.”

IMG_4256.JPG
IMG_4255.JPG
IMG_4254.JPG

“I feel like I experienced my 20s in all their glory and all their disastrousness.”

IMG_4253.JPG
IMG_4259.JPG
IMG_4257.JPG
IMG_4261.JPG
IMG_4260.JPG
IMG_4258.JPG

“I’m free-spirited, and it gets me into trouble.”

A namorada do “Alfie“, a louca da “Entrevista” e a criativa da marca twenty8twelve. Sienna Miller além de modelo e atriz é uma inspiração que já me captou a atenção há alguns anos.
O ar descontraído e messy é um dos meus preferidos, já tenho dito, mas há qualquer coisa na Sienna que vai para além do estilo. Há um je ne sais quoi, talvez seja aquela coisa dos free spirits, ou então, é só aquela coisa da Sienna Miller.


The Alfie ‘s girl, the crazy chick from the “ Interview ” and the creative mind of the Twenty8Twelve . Sienna Miller besides being a model and an actress is an inspiration that caught my eye a few years ago.
The messy look is one of my favorites, I have said, but there’s something about Sienna that goes beyond style. She has a je ne sais quoi , maybe it’s that one thing only free spirits have, or else, that one thing only Sienna Miller has.

Anita’s Day-To-Night Look

IMG_4181.JPG
IMG_4195.JPG
IMG_4190.JPG
IMG_4189.JPG
IMG_4187.JPG
IMG_4194.JPG
IMG_4186.JPG
IMG_4192.JPG
IMG_4185.JPG
IMG_4191.JPG
IMG_4183.JPG
IMG_4197.JPG
IMG_4198.JPG

“I have always believed that fashion was not only to make women more beautiful, but also to reassure them, give them confidence.”
— Yves Saint Laurent

O melhor deste look é que dá praticamente para viver nele, os saltos das botas são Kb, não atrapalham durante e dia e não comprometem à noite. É ótimo para aqueles dias que temos que ser super mulheres, trabalhar o dia inteiro, treinar e ir diretas ter com amigos, namorado ou família para um jantar.
Uma saia e uma camisa por baixo e estamos prontas para ir “from day to night”!

Tenho vestido:
Estola, camisola e botas: ZARA
Clutch: céline
Óculos de sol: ray ban wayfarer folding


What’s really good about this look is: you can practically live in it, the heels are just right for day and night, super comfortable for the day and perfect for the night. This is a great look for those days that we have to be super women, work all day, workout and go straight to dinner with friends, boyfriend or family.
Put on a skirt and a shirt underneath the sweater and you’re are ready to go “from day to night”

I’m wearing:
All ZARA everything
Clutch: céline
Sunglasses: ray ban wayfarer folding

Anita & The Movies Journal

The Hunger Games

IMG_4128.JPG
IMG_4131.JPG
IMG_4130.JPG

“May the odds be ever in your favor.”

IMG_4133.JPG
IMG_4134.JPG
IMG_4132.JPG

“Every revolution begins with a spark.”

IMG_4135.JPG
IMG_4137-0.JPG
IMG_4136-0.JPG

“If we burn, you burn with us!”

A primeira vez que ouvi falar sobre esta história foi pela voz de uma amiga, tinha acabado de ler o livro e recomendou-mo. Quando ela me falou de uma espécie de “show” onde as pessoas tinham que lutar pela sobrevivência, cuja vitória cabe ao único que consegue acabar o jogo vivo, estava longe de imaginar o filme que viria a ver mais tarde. De facto não é fácil desmontar a crítica à sociedade que se esconde atrás desta história, mas eu continuo agarrada à ideia que tive quando ouvi falar do livro.

Aquilo que as pessoas querem ver num reality show pode ser perverso, há algo nesta vontade de ver “sangue” que me faz associar isto ao prazer, que não devia ser prazer nenhum, de ver homens a lutar com leões em arenas, como faziam no Império Romano. No que ao Hunger Games diz respeito, tudo é um exagero, desde o jogo até às pestanas da personagem Effie e não me parece que o tema tenha sido escolhido por mero acaso. Vejo, de facto, uma caricatura hiper-hiperbolizada de um reality show.

Mas, dramaturgias à parte, os dois filmes não me deixaram respirar, não tirei os olhos do ecrã nem por um minuto e saí do cinema ainda inebriada pelo entretenimento do filme. Enganaram-me bem, ao mágico jeito de Hollywood, com a ótima interpretação de uma das atrizes do momento, Jennifer Lawrece, acreditei e vivi aquela história como se fosse minha.

Ontem foi a ante-estreia do novo filme, Hunger Games: Mockingjay – Part I. Hoje é a estreia, provavelmente alguns de vocês terão a oportunidade de ver o filme ainda hoje, eu, vou ter de esperar mais uns dias.


The first time I heard about this story was through this friend of mine that read the book and recommended it to me. When she told me about a kind of “show” where people had to fight for survival, and the one that ends the game alive is the one who wins, I Could never imagine the movie I came to see later on.
In fact it’s not easy to notice there’s a critique to society hidden behind this story, but I ‘am still clung to the idea that I had when I heard about the book.

In The Hunger Games everything is exaggerated, the game or Effie’s eyelashes and I don’t think the theme was chosen by chance. I think this is an exaggerated caricature of a reality show.

But no more dramaturgies, these two movies left me out of breath, I couldn’t take my eyes off the screen for a minute and left the theater intoxicated the by movie. They caught me in this magical Hollywood way, with the amazing performance of one of the actresses of the moment, Jennifer Lawrece, I believed and lived that story as my own.

So yesterday was the premiere of the new Hunger Games, Mockingjay – Part I, probably some of you have the opportunity to watch it today, unfortunately I’ll have to wait a few more days.

Movies:
The Hunger Games (2012) IMDB Rating 7.3
The Hunger Games: Catching Fire (2013) IMDB Rating 7.7
The Hunger Games: Mockingjay – Part I (2014) IMDB 7.6

(Clica no filme e vai ao IMDB para mais informações)
(Click on the movie and go to IMDB to get more information)

Anita & the sweater weather (Part II)

IMG_4091-0.JPG
IMG_4095-0.JPG
IMG_4097.JPG
IMG_0308.JPG
IMG_4094-0.JPG
IMG_4092-0.JPG
IMG_4098.JPG

Como conquistar o mundo com uma sweater em 4 passos:
1. acordar,
2. tomar café,
3. vestir uma sweater,
4. Ir conquistar o mundo!
💋

Este é o espírito de uma estudante de Direito quando começa a entrar em deadline. O mais importante, neste dias que se avizinham, é estar confortável, porque longas horas com os livros me esperam. No entanto, terei de arranjar forma para encarar o direito sem negligenciar por completo o blog. Vou adiantar o máximo que puder e dedicar já algum tempo ao estudo.
O que tem que ser tem muita força, e de facto, com mais alguns passos pelo meio, um par de jeans, uma sweater, um copo de café e vou conquistar o mundo, quanto mais não seja, esse é o espírito.
Até ao próximo post: Anita & the Movies Journal.

Tenho vestido:
Sweaters & mochila: Ericeira Surf & Skatecomprar
Óculos de sol: Ray Ban
Relógio: Balbertimecomprar


How to conquer the world in a sweater in 4 steps:
1. wake up,
2. Have a cup of coffee,
3. wear a sweater,
4. Go conquer the world!
💋

This is the state of mind of a law student when she starts to get into deadline. The most important thing these days is to feel comfortable because I’ll be looking at my Books for hours. However, I will have to find a way to face law School without neglecting the blog. I will get done as much work as I can in advance and devote some time to the study.
Let’s face it, I have to deal with this and I’m pretty sure I can handle it, so, with a few more steps in between, a pair of jeans, a sweater and a cup of coffee I will conquer the world.
See you in my next post: Anita & the Movies Journal.

I’m Wearing:
Sweaters & backpack: Ericeira Surf & Skateshop
Sunglasses: Ray Ban
Watch: Balbertimeshop